O Corinthians está classificado para a Copa Libertadores da América, portanto quer se destacar dos outros clubes e conseguir chegar nas fases finais da competição para, quem sabe, conquistar novamente o título sul-americano.

Andrés Sanchez é, novamente, o presidente do Timão, ele já foi muito vitorioso pela equipe e a coordenou, inclusive, quando o Corinthians conseguiu coisas inéditas. Como, por exemplo, quando conquistou a Libertadores, Mundial e a sua Arena de Itaquera, fora os outros inúmeros títulos.

Publicidade

Atualmente, o Corinthians é considerado o maior time brasileiro desta década, pois não há outro que conseguiu conquistar tantas coisas como o Timão. Resultado da boa gestão, que agora busca reerguer novamente o Timão.

Contratações?

O presidente Andrés Sanchez chegou ao Corinthians com a missão de salvar o Timão, que mesmo vindo de um título paulista e um brasileiro, ainda é dono de uma grande dívida, quase R$ 2 bilhões, por conta da construção de sua inédita arena. Por este motivo, é mais difícil para o Corinthians formar um elenco fantástico.

Andrés Sanchez já afirmou que não consegue trazer reforços muitos caros, ou verdadeiros medalhões, assim como o Palmeiras está fazendo, montando um time com muita experiência, já o Timão deve apostar nos jovens, que são 'bons e baratos', política atualmente utilizada para o clube poder contratar com mais força.

Em entrevista, Andrés afirmou e prometeu à torcida que, no mínimo, três reforços estão chegando ao Corinthians, um provavelmente será um centroavante, para suprir a posição que é tão sentida a falta de uma atleta.

Publicidade

O nome que irá de surpreender

Dentre os três, Andrés só quis revelar o nome de um jogador, e o mais surpreendente é que ele também virá do ABC, clube em que Mateus Matias se destacou, e era, inclusive, amigo do jogador, este é o meio-campista Fessin.

O atleta se destacou muito no time interiorano e, agora, assim como seu amigo, terá a grande chance de se destacar no elenco do Timão.

Andrés afirmou que não adianta ficar trazendo jogadores de 10, 15, 20 milhões, pois este, atualmente, está sendo o grande erro do Futebol, por mais que o clube arrecade muito.

Ou seja, Andrés diz que vai trazer sete ou oito jogadores que estão em ascensão no interior do estado de São Paulo, onde tem muitos jovens talentos que ainda vão surpreender o mundo. O objetivo é trazer jovens para montar um bom time para os próximos anos, ou seja, uma gestão visando o futuro.