Mais um jogador que não vem tendo oportunidades no time titular do Santos está perto de deixar a Vila Belmiro, seguindo para outra equipe que disputa o Campeonato Brasileiro da Série A. Depois de Rodrigão, Leandro Donizete e Cléber Reis, agora é a vez do goleiro Vladimir também discutir sua saída por empréstimo [VIDEO]. Ele tem contrato com o Peixe até 2020.

Uma reunião entre os empresários do jogador e os dirigentes santistas já foi realizada e o atleta de 28 anos está perto de ser emprestado, restando apenas definir o time que ele irá jogar.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Santos

“A definição, no entanto depende de um parecer do Comitê Gestor. Portanto, teremos que esperar mais um pouco”, disse Beto Lopes, empresário do goleiro.

Sport Recife e Vitória demostraram interesse em ter o jogador, porém os rumores apontam que ele vai para o time de Pernambuco, tanto que, nesta sexta-feira (20), o goleiro Agenor, reserva de Magrão no Sport, teria pedido para deixar o clube.

O Vitória, além de querer o goleiro, também está interessado em ter em seu elenco o atacante Copete. O colombiano começou bem a temporada, sendo titular na primeira metade do Campeonato Paulista, porém caiu drasticamente de rendimento e nos últimas partidas, acredita-se até que tenha sido a pedido dele mesmo, não tem sido relacionado para os jogos.

Sua última aparição foi na derrota por 3 a 1 para o São Bento, na Vila Belmiro, quando mesmo com Jair Ventura optando por uma formação totalmente reserva – também foi o único jogo do goleiro Vanderlei na temporada -, ele entrou apenas no segundo tempo e acabou sendo vaiado pelos torcedores. Essas vaias teriam sido a razão para ele pedir para não ser relacionado.

De volta

Quem poderá estar de volta ao Santos, já neste sábado (21), quando o time encara o Bahia, em Salvador, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, [VIDEO] é o atacante Bruno Henrique, que está longe dos gramados desde a estreia no Campeonato Paulista, quando logo aos dez minutos da partida, diante do Linense, sofreu uma violenta bolada no rosto, o que lhe causou cinco lesões no olho direto.

Depois de passar por tratamento e até se consultar na Alemanha, o atacante vem treinando desde a última sexta-feira (13). Tendo dispensado o uso dos óculos de proteção, o jogador não tem demostrado receio, mesmo em jogadas mais duras.

Apesar de já figurar no banco de reservas, não é certeza que ele vá atuar já nessa partida e sua reestreia poderá acontecer apenas no dia 6, diante do Grêmio, pela quarta rodada do Brasileirão, uma vez que ele ainda tem mais duas partidas para cumprir de suspensão na Copa Libertadores da América e a partida contra o Vasco, válida pela terceira rodada, foi remarcada para julho.