Um acidente assustador ocorrido nos boxes da Ferrari manchou a grande vitória de Sebastian Vettel no Grande Prêmio do Barein, realizado na tarde deste domingo (8), [VIDEO] válido pela segunda etapa do Campeonato Mundial de Fórmula 1.

A prova seguia com algumas boas brigas nas posições intermediárias e a liderança tranquila do piloto alemão, até que na volta de número 36, o outro piloto da Ferrari, Kimi Raikkonen, parou para realizar sua troca de pneus.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

Porém a rodada traseira direita não saiu e mesmo assim o finlandês foi autorizado a sair, passando com mesma a rodada que havia apresentado problemas por cima do tornozelo esquerdo mecânico que estava segurando o pneu novo.

Com grave fratura exposta, ele foi levado às pressas para um hospital [VIDEO] do circuito e o piloto teve que abandonar a corrida.

A corrida

Largando na pole, Sebastian Vettel passou praticamente todo o Grande Prêmio sem ser incomodado. O inglês e atual campeão Lewis Hamilton, por ter sido punido por trocar a caixa de câmbio, largou em novo lugar, mas aos poucos foi escalando posições e, beneficiado pelo abandono quase simultâneo das duas Red Bulls, chegou em pouco tempo ao quarto posto.

Na única rodada de pits stops a equipe Ferrari decidiu colocar pneus macios, enquanto que a Mercedes optou por pneus médios para Bottas, fazendo com que seu piloto parasse apenas uma vez na corrida. Hamilton, que já havia largado de pneus macios ficou na pista mais tempo, assumiu a primeira posição, mas não demorou para ser ultrapassado pelo alemão da Ferrari.

Após o incidente que custou a permanência de Raikkonen na corrida, os pilotos da Mercedes herdaram a segunda e a terceira posição. Mesmo com queda de performance, o ferrarista decidiu ir até o final com o jogo de pneus macios e passou a sofrer com a aproximação de Bottas. Nas últimas três voltas Vettel teve que usar bastante o braço, para com pneus bem mais gastos, segurar o finlandês e conquistar sua segunda vitória consecutiva na temporada, aumentando sua vantagem no campeonato.

Os pilotos da Mercedes completaram o pódio. O francês Pierre Gasly, chegou em um surpreendente quarto lugar com sua Toro Rosso, Kevin Magnussen, da Haas, foi o quinto e Nico Hulkenberg, da Renault, o sexto. Fernando Alonso e Vandoorne, ambos da McLaren, Ericsson, da Sauber, e Ocon, da Force Índia, completaram os dez primeiros colocados.

No campeonato Vettel lidera com 50 pontos, Hamilton soma 33 e Bottas é o terceiro com 22. Fernando Alonso já aparece em quatro com 16 pontos. A próxima etapa será no dia 15 de abril, com o Grande Prêmio da China.