O Corinthians é o atual campeão brasileiro e foi bicampeão paulista de forma consecutiva. Com isso, o clube se acostumou a ganhar, mas a situação financeira da equipe não condiz com o que é passado dentro de campo. Isto, porém, é muito bom, pois o clube não vem muito bem financeiramente, mas não para de conquistar grandes títulos.

Neste ano, o Corinthians conseguiu conquistar mais um título do Campeonato Paulista, e este foi em uma virada em cima de seu maior rival, o Palmeiras, que diferentemente do Timão, vive uma grande situação financeira, mas não consegue transparecer isto dentro de campo.

Uma das principais peças do Corinthians, nos últimos dois anos, foi o zagueiro paraguaio Fábian Balbuena, que vem vivendo grande fase, há muito tempo, sendo um defensor que faz muitos gols e também defende super bem, portanto desperta interesse de diversos outros clubes.

Vai sair?

Ao começo da temporada, o Corinthians já perdeu o zagueiro Pablo, que era um dos principais atletas da equipe na temporada passada, até porque a principal característica do Timão no Campeonato Brasileiro, de 2017, foi o setor defensivo.

Agora, a grande preocupação é em perder o zagueiro Balbuena, que é talvez o maior líder deste atual elenco do Timão. O alvinegro de Itaquera está tentando renovar com o jogador, mas os empresários dele são criteriosos com uma pedida muito alta, que o Corinthians não consegue pagar.

O Corinthians fez uma última proposta de renovação ao atleta e afirmou que chegou ao limite do que o clube pode oferecer, já que a situação financeira ainda vai bem mal, por este motivo que não se pode oferecer tudo o que é solicitado pelos seus empresários.

O Balbuena havia afirmado que tudo poderia se resolver em uma viagem de seus empresários à Argentina, mas ele não confirmou que irá renovar com o Corinthians, mas contou que estava muito próximo.

Mais contratações?

No momento, o foco da diretoria é na renovação do atleta, que demonstra muita liderança e é super importante ao elenco corintiano, já que auxilia muito defensiva e ofensivamente o alvinegro de Itaquera [VIDEO].

Mas a diretoria do Timão não dispensa a contratações de novos atletas, tanto que vem fechando negócio com o centroavante Roger, porém, a negativa do Timão é ter que apostar no 'bom e barato', o que muitas vezes é dado como incerto, pois atletas que vem dessa forma podem, tanto dar certo, como serem maus protagonistas, por este fato que se deve ter muitas atenção.