O Corinthians vive uma situação financeira complicada, pois a dívida da construção da Arena de Itaquera é quase impossível para o Timão pagar. Por conta disso, o clube tem que investir no 'bom e barato' para reforçar o elenco principal.

O técnico Fábio Carille assumiu o comando da equipe na temporada passada e conseguiu conquistar o Campeonato Paulista e também o Campeonato Brasileiro, impressionando a todos, pois foi o primeiro ano dele como treinador e também tinha um elenco muito contestado.

O elenco do Corinthians, no ano passado, tinha atletas que era difícil acreditar que renderiam alguma coisa, como foi o caso do centroavante Jô, que veio de forma gratuita ao alvinegro de Itaquera e se tornou o artilheiro e craque do Brasileirão.

Contratação de reforço?

O técnico Fábio Carille já falou que entende a situação financeira da equipe e também a falta de jogadores de qualidade livres para negociar no mercado, que precisa-se de muito dinheiro, pois os atletas pedem um salário altíssimo, o que não está ao alcance da maioria dos clubes brasileiros.

O técnico Fábio Carille pediu para que a diretoria corintiana contratasse um centroavante, até porque o elenco campeão do ano passado contou com um camisa nove de origem. Agora, no momento, Carille tem que se conformar e fazer o que dá no elenco atual.

A atual estratégia do Timão é usar uma espécie de 'falso nove', que no começo da temporada era Junior Dutra e agora vem sendo o veterano Emerson Sheik. Mas ambos não vem fazendo a função com tanta eficiência, como faria um centroavante de ofício.

Vai contratar ou não?

O presidente Andrés Sanchez já declarou que não fará nenhuma loucura para ter reforços no ataque, apostando sempre no 'bom e barato'. Outro motivo para a não contratação de um centroavante, até o momento, é que não existem muitos atletas da posição no mercado da bola.

Andrés já afirmou que está precisando olhar nas categorias de base para ver o que está acontecendo com a formação de novos centroavantes, pois muitos pontas e meias surgem, mas centroavantes de qualidade, como antigamente surgiam de monte, agora é bem mais difícil de encontrar [VIDEO].

O centroavante atual da Seleção Brasileira é o Gabriel Jesus, que não é titular absoluto no Manchester City e ainda é tratado como uma jovem promessa. Isso é a maior prova de que faltam atletas para a posição, pois precisamos utilizar uma promessa para assumir a responsabilidade da nove da Seleção [VIDEO].