Os contratos da Rede Globo com os clubes estão em período de renovação, por este motivo que muitas complicações são encontradas, até porque a Globo, muitas vezes, é acusada de favorecer os times que supostamente têm maiores torcidas.

O Corinthians e Flamengo têm as maiores torcidas do Brasil, mas estes dois clubes são os que a Globo é acusada de favorecer. Uma foto de um bandeirão da torcida do Corinthians mostra que ao canto tem um patrocínio da SporTV e da Premiere.

O Palmeiras se revoltou com mais algumas situações, como o dinheiro oferecido, pois gostaria de ter um aumento no pagamento e também mais jogos exibidos no canal aberto da Rede Globo de Televisão.

Agora, a diretoria palmeirense vem tentando entrar em um acordo, porém continua muito resistente, o alviverde da capital tem uma boa proposta do Esporte Interativo, mas o lado negativo é que o EI é em TV fechada.

Ameaça!

O presidente do Palmeiras, Maurício Galliote, tem uma personalidade muito forte e entende que o Palmeiras já anda com as próprias pernas, já que tem uma grande torcida e também imensos patrocínios, que ajudaram a elevar o nível do time, desde então.

Outro fator que conta positivamente a favor do Palmeiras é a grande arena Allianz Parque, que é considerada a mais moderna do país, por conta de sua estrutura e localidade. No entanto, o Verdão ameaçou exibir os jogos na Internet, caso a Globo não ofereça o que é pedido pelo Verdão.

O Palmeiras quer mais beneficiações da Rede Globo de Televisão e não aceita ter menos jogos exibidos do que o seu arquirrival, pois o Verdão acredita que sua audiência é tão grande quanto as do Flamengo e Corinthians.

Mais respeito!

Respeito é exigido pela torcida palmeirense, que acusa a Rede Globo de favorecer mais a torcida corintiana, mas a emissora nega quaisquer favorecimentos aos clubes.

O Palmeiras está boicotando a emissora, enquanto não fecha um novo contrato, tanto que no programa 'Bem Amigos', da SporTV, a produção convidou dois jogadores, um do Palmeiras e outro do Botafogo, estes para falarem sobre o empate em 1 a 1, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, mas apenas o clube carioca enviou um atleta.

Durante a entrevista com o jogador do Botafogo, uma cadeira ao lado dele ficou livre, esta que deveria ser ocupada por algum jogador do Palmeiras. O apresentador lamentou a atitude do clube e afirmou que os torcedores queriam ouvir um jogador palmeirense.