Nos últimos dias, o Corinthians está ativo no Mercado da bola em busca de reforços para o elenco de Fábio Carille. Contudo, o clube alega falta de dinheiro para fazer altos investimentos em novas contratações.

Desta maneira, o presidente Andrés Sanchez diz que vai contratar apenas jogadores que tenham um baixo valor de transferência. Sendo assim, o Timão dá atenção aos atletas que atuam em equipes de menor expressão.

Com a disputa da Copa Libertadores da América, a equipe paulista necessita de jogadores com experiência para deixar o elenco ainda mais forte na briga pelo título da competição continental.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

Corinthians quer anunciar pacotão de reforços

Recentemente, o mandatário corintiano disse que planeja anunciar a chegada de sete ou oito novos reforços, pois o Timão irá disputar diversas partidas ao longo desta temporada.

Uma das principais preocupações da comissão técnica é o pouco tempo que os atletas terão para descansar, pois, com a disputa da Copa do Mundo, o calendário dos clubes ficou mais apertado.

Ciente da necessidade do treinador corintiano, a diretoria analisa o mercado da bola cautelosamente, pois além de não ter muito dinheiro para fazer investimentos, existe a possibilidade do clube sofrer judicialmente.

Antes próximo de um acerto, jogador pode não ser contratado

Procurando por um novo camisa 9 para suprir a ausência de Jô, que foi vendido para o Nagoya Grampus, do Japão, o Timão começou a observar diversos nomes disponíveis no mercado da bola.

Desta forma, o Corinthians viu com bons olhos a possibilidade de acertar a contratação do atacante Rony, atualmente no Futebol Japonês. As tratativa já estavam bem avançadas, mas um imbróglio atrapalhou o negócio.

Na última terça-feira (17), o Albirex Niigata, clube de Rony, fez um alerta aos clube que têm interesse na contratação do jogador. No comunicado, a equipe japonesa alega que o atacante ainda tem vínculo contratual válido.

Com isso, há o risco de quem contratar Rony sofrer judicialmente no futuro. Após esse alerta, o departamento jurídico do Timão aconselhou que o presidente Andrés Sanchez recuasse nas tratativas.

O imbróglio pode fazer com que o Corinthians opte por desistir na contratação e procure por um outro nome disponível no mercado da bola. Porém, o clube apenas optou por não avançar no negócio momentaneamente.

Leia também

Mercado da bola: Corinthians quer contratar mais jogadores experientes [VIDEO]

Livre no mercado, jogador se aproxima de acerto com o Corinthians [VIDEO]