O Real Madrid não ganhou para o susto na noite de Champions, na quarta-feira. O colosso espanhol esteve muito perto de uma eliminação histórica, quando já poucos poderiam acreditar. Um gol de pênalti, já no minuto 53 do segundo tempo, resgatou o Real, mas os jogadores ficaram bem incomodados com o que aconteceu, mas um craque em especial parece que não estava assim tão perturbado. E há polêmica no vestiário do Real Madrid. [VIDEO]

Real Madrid tremeu contra a Juventus

Nem tudo foi felicidade no vestiário do conjunto branco. O jogo entre Real Madrid e Juventus no Santiago Bernabéu teve um pouco de tudo. Uma reviravolta histórica, enorme controvérsia e emoção.

Os brancos se classificaram para as semifinais depois de uma penalidade muito controversa, nos últimos segundos. Embora a imagem não fosse a melhor, poucos no Santiago Bernabéu puderam conter a emoção após 90 minutos de verdadeiro pânico. O gol de Cristiano Ronaldo [VIDEO] foi uma autêntica libertação.

Craque foi visado pelos companheiros

Para todos, menos para um: Gareth Bale. O galês está mesmo de saída. O camisa 11 do Real Madrid já causou polêmica na primeira mão, onde ele nem teria comemorado o gol de Cristiano Ronaldo de chilena. Na quarta-feira, mais do mesmo. Como se isso não fosse nada com ele, parece que Bale já tem a mente mais fora do que dentro do conjunto branco.

E logo ontem, que ele até jogou de início com. Zidane confiou nele para começar, mas ele mal tocou a bola e esteve completamente desaparecido.

Seu papel foi tão ruim que o treinador francês decidiu mudar no intervalo, com 0-2 no placar a favor da Juventus. O rosto de Bale no banco era um poema, e o craque não conseguia esconder o mal-estar. Tal como no final da partida. Bale foi o único que não parecia assim tão satisfeito com a qualificação para a semifinal da Liga dos Campeões. Ele se sente cada vez mais separado do grupo e nem se importa mais em sair em campo. O tempo de Bale no Real Madrid chegou ao fim, mas seu comportamento surpreendeu a todos os seus companheiros, incluindo Cristiano Ronaldo, que não entende o sangue frio que prova ser seu parceiro.

Sergio Ramos também ao ataque

Mas Cristiano não é o único apontar o dedo a Gareth Bale. Também o capitão Sergio Ramos não poupou o galês. O capitão do Real Madrid viu que o barco se afundando, e temeu o pior. Sergio Ramos estava cumprindo castigo na bancada do Santiago Bernabéu, mas não aguentou e teve que descer ao vestiário, no meio tempo. E depois ficou perto do campo, torcendo por seu companheiros.

Durante o intervalo, ele teria levantado sua voz para seus companheiros, exigindo mais comprometimento de todos eles e apontando o dedo diretamente para Bale. Certo é que Zidane escutou e o galês já não regressou para o segundo tempo.