O Corinthians é um dos maiores clubes brasileiros e, na temporada passada, teve um ano muito vitorioso, quando conseguiu conquistar o título do Campeonato Paulista e também do Campeonato Brasileiro, fazendo um primeiro turno invicto e espetacular, com uma das melhores campanhas iniciais da história dos pontos corridos.

Corinthians foi campeão com um elenco muito contestado, mas este com destaque ao centroavante Jô, que chegou gratuitamente e muito contestado ao Timão, logo conquistou espaço no time titular e, ao final da temporada, foi artilheiro e considerado o craque do Brasileirão.

Jô fez 18 gols em 38 rodadas, média difícil de ser alcançada no Campeonato Brasileiro, o mesmo ficou empatado com Henrique Dourado na titularidade.

Até hoje em dia o Corinthians não conseguiu recompor o setor com um novo centroavante contratado. O alvinegro de Itaquera vendeu Jô ao Nagoya Grampus, do Japão, por cerca de R$ 40 milhões.

Processo?

No Campeonato Brasileiro do ano passado, o Corinthians vinha em uma seca de vitórias e o seu título já chegava a ser contestado, até que uma vitória contra o clube carioca Vasco da Gama fez com que o Timão voltasse a ter uma dinastia na competição.

O Corinthians venceu o Vasco por 1 a 0, mas este único gol foi do centroavante Jô, feito com a mão, portanto, acabou causando grande polêmica, pois todos queriam que o centroavante tivesse falado que atingiu a bola com sua mão, mas o mesmo afirmou que não tinha percebido, por conta do lance ter sido muito rápido.

A polêmica acabou repercutindo em muitos programas esportivos de Televisão, inclusive teve uma opinião muito polêmica da apresentadora, da Rede Bandeirantes de Televisão, Renata Fan, que comparou Jô a um ladrão, por não ter assumido a situação.

Jô, agora, resolveu entrar com um processo contra a apresentadora, este por danos morais, pedindo então uma indenização de R$ 100 mil.

Desculpas de Renata

No fim do ano passado, em entrevista ao ESPN Brasil, a apresentadora Renata Fan pediu desculpas públicas ao jogador, afirmando que foi infeliz na escolha da palavra, quando quis dizer que o Jô deveria ter se retratado, mas acabou utilizando o termo "roubar".

Renata afirma que se tivesse outra oportunidade não teria utilizado a palavra "roubar" e se arrepende muito, pendido desculpas a Jô pelo mal-entendido [VIDEO].

Mesmo assim, não foi o suficiente e o centroavante abriu processo contra a mesma [VIDEO].