O ex-técnico da Seleção Brasileira, Vanderlei Luxemburgo, atualmente sem clube, conseguia, na mesma frequência que colecionava títulos, ampliar sua lista de desafetos. Ao longo da vitoriosa carreira foram vários grandes jogadores que bateram de frente com o “professor”. Os casos mais conhecidos são os de Edmundo e Marcelinho Carioca, mas nem Romário e Ronaldinho Gaúcho escaparam de atritos com o treinador, que em 2013 teve uma conturbada passagem pelo Fluminense [VIDEO], então campeão brasileiro, onde acabou criando mais uma inimizade.

Jogando atualmente no Vasco, o atacante Wagner revelou em entrevista ao programa Jogo Sagrado, do canal por assinatura Fox Sports, da última segunda-feira (2), que quase chegou às vias de fato com Luxemburgo, na época em que ele estava no Tricolor.

“Teve um jogo que nos quase saímos na mão, contra o Náutico”, disse o jogador. “Cheguei louco, foi naquele ano que a gente quase caiu”, completou. Curiosamente, o time carioca havia vencido a partida por 1 a 0.

O jogador lembrou que naquela partida entrou com o jogo em andamento e que a torcida estava pegando em seu pé.Ao chegar nos vestiários, ele deu um chute em uma lixeira, e o treinador que vinha logo atrás o questionou pela atitude. Ele respondeu que o motivo da raiva não era com o técnico, que mesmo assim resolveu dar uma bronca. “No meu time ninguém chuta nada”, havia esbravejado Luxemburgo com seu jogador, que respondeu: “Não é nada com o senhor, fica quieto”. O treinador retrucou, afirmando que quem mandava ali era ele, e ai foi que começou o entrevero. “Aí eu fui para dentro, o segurança me segurou, ele veio para dentro também”, lembro o atacante.

Coleção de desafetos

Sem dúvida, a maior rixa que Luxemburgo criou dentro do futebol foi com Marcelinho Carioca. Além de terem conquistado títulos com o Corinthians, a dupla também viveu momentos explosivos dentro do parque São Jorge, como o episódio ocorrido na madrugada que antecedeu a decisão da Copa do Brasil de 2001, contra o Grêmio. Ou quando eles bateram boca em um programa de TV ao vivo na Bandeirantes, apresentando por José Luiz Datena [VIDEO].

Ronaldinho Gaúcho foi outro a bater de frente com o treinador, na época em que os dois estavam no Flamengo. O ápice aconteceu durante a pré-temporada em Londrina, onde o treinador descobriu que o atacante havia levado mulher para seu quarto de hotel e pediu sua cabeça para a então presidente Patrícia Amorim, mas quem acabou tomando o portão de saída da Gávea foi próprio treinador.

Outro jogador campeão do mundo a ter problemas com Luxa foi Romário. Os atritos começaram em 1995, ainda na época em que estavam no Flamengo, e se seguiu por anos, tendo seu ponto mais alto em 2000, quando o treinador optou por não levá-lo aos Jogos Olímpicos de Sidney.