Depois de um primeiro tempo sofrível, o Fluminense [VIDEO] arriscou tudo na etapa final e, com quatro atacantes, dominou completamente o São Paulo, conseguindo, pelo menos, garantir o empate de 1 a 1 no clássico do último domingo, no Maracanã, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar da subida de produção, o técnico Abel Braga não abandonará o esquema com três zagueiros, o qual vem sendo adotado desde o início da temporada.

"Três centrais. É como nós jogamos", resumiu o comandante de forma sucinta.

Se o sistema de jogo permanece intocável, o mesmo não pode se dizer das peças que compõe o setor ofensivo. Depois de um início de ano promissor, chegando, em determinado momento, a ser o principal goleador da equipe, Marcos Júnior apresenta uma queda drástica de rendimento e, segundo informações de bastidores, corre o risco de ser barrado.

Confirmada essa hipótese, o favorito para ser o novo companheiro de Pedro, este vivendo uma grande fase, é Robinho, que está no clube há quase um ano após se destacar no Figueirense e busca recuperar o espaço perdido.

"Chamei o Robinho, conversei com ele algumas vezes. Falei para o Leomir que não iria falar de novo. Ele falou para o Leomir: 'Eu vou provar que tenho condições de jogar'. Deixou de ser aquele jogador frio. Está mais competitivo. È um jogador inteligente e que sabe tirar da frente", elogiou Abel.

Outras opções seriam as revelações Matheus Alessandro e Pablo Dyego. Também formado nas categorias de base do próprio Fluminense, Marquinhos Calazans está na fase final de recuperação de uma segunda cirurgia no joelho e ficarà à disposição a partir de agosto.

Nesta segunda, o elenco curte folga.

A reapresentação ocorre na terça, às 15h30 (de Brasília), no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca. Vindo de semanas mais tranquilas, o Fluminense [VIDEO] se prepara para uma 'mini-maratona' na temporada. No domingo que vem, às 16h (de Brasília), irá até o Barradão, em Salvador, para encarar o Vitória pelo Brasileirão.

Na quinta seguinte, a partir das 21h30 (de Brasília), o desafio será pela partida de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana contra o Nacional Potosi, da Bolívia, na casa do adversário. Como, no Maracanã, venceu por 3 a 0, o Tricolor avança até com uma derrota por dois gols de diferença. Finalmente, na segunda, 13 de abril, às 20h (de Brasília), no Nilton Santos, a equipe das Laranjeiras, novamente pelo Campeonato Brasileiro, terá o clássico carioca contra o Botafogo.