Depois de um primeiro tempo sofrível, o Fluminense arriscou tudo na etapa final e, com quatro atacantes, dominou completamente o São Paulo, conseguindo, pelo menos, garantir o empate de 1 a 1 no clássico do último domingo, no Maracanã, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar da subida de produção, o técnico Abel Braga não abandonará o esquema com três zagueiros, o qual vem sendo adotado desde o início da temporada.

Publicidade
Publicidade

"Três centrais. É como nós jogamos", resumiu o comandante de forma sucinta.

Se o sistema de jogo permanece intocável, o mesmo não pode se dizer das peças que compõe o setor ofensivo. Depois de um início de ano promissor, chegando, em determinado momento, a ser o principal goleador da equipe, Marcos Júnior apresenta uma queda drástica de rendimento e, segundo informações de bastidores, corre o risco de ser barrado.

Publicidade

Confirmada essa hipótese, o favorito para ser o novo companheiro de Pedro, este vivendo uma grande fase, é Robinho, que está no clube há quase um ano após se destacar no Figueirense e busca recuperar o espaço perdido.

"Chamei o Robinho, conversei com ele algumas vezes. Falei para o Leomir que não iria falar de novo. Ele falou para o Leomir: 'Eu vou provar que tenho condições de jogar'. Deixou de ser aquele jogador frio.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol PaixãoPorFutebol

Está mais competitivo. È um jogador inteligente e que sabe tirar da frente", elogiou Abel.

Outras opções seriam as revelações Matheus Alessandro e Pablo Dyego. Também formado nas categorias de base do próprio Fluminense, Marquinhos Calazans está na fase final de recuperação de uma segunda cirurgia no joelho e ficarà à disposição a partir de agosto.

Nesta segunda, o elenco curte folga. A reapresentação ocorre na terça, às 15h30 (de Brasília), no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca.

Vindo de semanas mais tranquilas, o Fluminense se prepara para uma 'mini-maratona' na temporada. No domingo que vem, às 16h (de Brasília), irá até o Barradão, em Salvador, para encarar o Vitória pelo Brasileirão.

Na quinta seguinte, a partir das 21h30 (de Brasília), o desafio será pela partida de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana contra o Nacional Potosi, da Bolívia, na casa do adversário.

Publicidade

Como, no Maracanã, venceu por 3 a 0, o Tricolor avança até com uma derrota por dois gols de diferença. Finalmente, na segunda, 13 de abril, às 20h (de Brasília), no Nilton Santos, a equipe das Laranjeiras, novamente pelo Campeonato Brasileiro, terá o clássico carioca contra o Botafogo.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo