Na noite deste sábado, por intermédio de seu Twitter oficial, o Fluminense divulgou que, até o momento, pouco mais de seis mil e quinhentos ingressos foram vendidos de forma antecipada para o confronto de domingo às 16h (Horário de Brasília), no Maracanã, diante do São Paulo, válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

A comercialização dos bilhetes recomeça a partir das 10h do dia do jogo nas bilheterias do local da partida e só se encerra após o fim do primeiro tempo.

A expectativa da diretoria é por um público entre 15 a 20 mil pagantes. No domingo passado, também no Maracanã, cerca de 10 mil torcedores acompanharam a vitória de 1 a 0 do Fluminense sobre o Cruzeiro, gol marcado por Pedro aos cinco minutos do segundo tempo. Naquela ocasião, o tricolor superou o fato de ter atuado com um jogador a menos desde os 15 minutos da etapa inicial.

Pela manhã, o técnico Abel Braga dirigiu, no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, o último treinamento da semana.

Apesar de não ter confirmado, ele já definiu qual time levará a campo. Na lateral-direita, para o lugar de Gilberto, suspenso por ter recebido o cartão vermelho, entra Léo, outro especialista da função. Na zaga, a novidade será Luan Peres, contratado junto à Ponte Preta, ao lado de Gum e Renato Chaves. Outro reforço apresentado recentemente, o volante Dodi, ex-Criciúma, também vai para o jogo, mas ficará como opção no banco de reservas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol

Com essas novidades, o Fluminense terá Júlio César no gol, Renato Chaves, Gum e Luan Peres formando o trio do sistema defensivo, Léo e Ayrton nas alas direita e esquerda, respectivamente, Richard e Jádson como dupla de volantes e o equatoriano Junior Sornoza sendo o único responsável por municiar os atacantes Marcos Júnior e Pedro.

Uma vitória sobre o São Paulo é considerada fundamental para as pretensões do Fluminense em não se distanciar do G-4 do Brasileirão.

No momento, o tricolor, somando três pontos, ocupa o modesto 13º lugar na classificação da Série A. Como incentivo para aumentar a confiança da agremiação verde, branco e grená, está o fato de que há doze anos ela não sabe o que é ser derrotada pelo time do Morumbi dentro do Maracanã. O último revés dos cariocas no palco mais tradicional do futebol brasileiro foi em 2006, quando os paulistas, com gols de Aloísio Chulapa e Leandro venceram, de virada, pelo placar de 2 a 1.

Tuta balançou as redes para a equipe das Laranjeiras.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo