Após a vitória heroica sobre o Cruzeiro no último final de semana por 1 a 0, quando atuou com um jogador a menos desde os 15 minutos do primeiro tempo, o Fluminense retorna ao Maracanã no domingo. A partir das 16h (de Brasília), enfrenta o São Paulo pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro e, além da intenção de permanecer entre os melhores colocados da Série A, o Tricolor das Laranjeiras luta para manter uma escrita favorável. Há doze anos, os cariocas não sabem o que é perder para a agremiação do Morumbi em confrontos realizados no palco da final da Copa do Mundo de 2014 e das decisões dos torneios de futebol (masculino e feminino) das Olimpíadas de 2016.

Publicidade
Publicidade

O último revés veio em 2006. Por aquele Brasileirão, o São Paulo, que acabaria ficando com o título, derrotou, de virada, o Fluminense pelo placar de 2 a 1. Aloísio e Leandro marcaram para os paulistas, enquanto Tuta fez o gol da equipe do Rio de Janeiro. De lá para cá, aconteceram mais nove encontros com sete vitórias do Flu e dois empates.

O São Paulo venceu em duas oportunidades no Rio. Ambas, porém, foram longe do Maracanã. Pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro de 2011, em São Januário, Lucas Moura e Dagoberto asseguraram os 2 a 0 do clube da Terra Garoa.

Publicidade

Cinco anos depois, também pela Série A, Wellington SIlva, de pênalti, chegou a abrir o placar para o Flu, mas Thiago Mendes e Rodrigo Caio deram o triunfo aos paulistas no clássico disputado no estádio Giulite Coutinho, em Édson Passos.

No ano passado, em um duelo recheado de polêmico, o Fluminense, contando com uma boa presença de torcedores no Maracanã, venceu o São Paulo por 3 a 1. Henrique Dourado, Sornoza e Robinho, sendo o primeiro e o terceiro de pênaltis, marcaram para o time das Laranjeiras, enquanto Shaylon descontou em favor dos visitantes.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol

Questionado sobre a escrita, o zagueiro Gum, e entrevista concedida antes do treino de sexta, descartou qualquer interferência e preferiu ressaltar a importância de conseguir mais um bom resultado no atual Brasileirão.

"Esse jogo vai ser chave. Pode nos proporcionar esse salto na tabela e a possibilidade de ficar próximo ao G4", resumiu o zagueiro e capitão da equipe.

Neste sábado, o Fluminense encerrou a sua preparação no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca.

Como, mais uma vez, a atividade foi fechada, não se sabe a escalação oficial do time. A única certeza será a entrada de Léo na lateral-direita, uma vez que Gilberto, expulso contra o Cruzeiro, cumprirá suspensão automática. Quem também pode ganhar uma oportunidade é Luan Peres. Zagueiro trazido junto à Ponte Preta, ele deve substituir Frazan. Atual titular do sistema defensivo, Ibañez segue se recuperando de um estiramento muscular na coxa direita.

Publicidade

Outro reforço anunciado recentemente, o volante Dodi (ex-Criciúma) será relacionado, mas ficará como opção no banco de reservas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo