No ano passado, Guilherme Arana foi o dono da lateral esquerda do Corinthians. Suas ótimas atuações foram fundamentais para ajudar a equipe alvinegra a faturar seu sétimo título – o quarto na era dos pontos corridos – do Campeonato Brasileiro, tanto que a diretoria não mediu esforços para segurar o jogador até o final da competição nacional.

Com a saída do jogador para o Sevilla, da Espanha, a diretoria trouxe Juninho Capixaba, que acabou não se firmando e em algumas partidas do Campeonato Paulista, Fábio Carille precisou improvisar Maycon no setor.

O problema só foi resolvido de vez com a chegada de Sidcley, vindo por empréstimo do Atlético Paranaense até o final deste ano, que desde o primeiro jogo mostrou que seria o dono da posição. No entanto, essas boas atuações já chamaram a atenção dos times do exterior e para se defender do assédio vindo de fora.

O portal Globo Esporte ouviu o agente Nadim Andraus, dono de um percentual dos direitos federativos do atleta.

Ele relevou que clubes como Monaco e Bordeaux, ambos da França, já buscaram informações sobre o jogador corintiano. “Estou sendo importante para o time, fico muito honrado, estão me dando valor”, disse o jogador autor de um gos gols na vitória por 4 a o sobre o Paraná Clube, na rodada passada do Campeonato Brasileiro. Ele dá sinais de que não ficará muito tempo no Futebol paulista, uma vez que manteve sua família morando em Curitiba.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol PaixãoPorFutebol

A única solução para o Corinthians manter o jogador para a próxima temporada será a compra em definitivo do atleta, porém o valor estipulado em 3 milhões de euros, pouco mais de 12 milhões de reais, soa um tanto como proibitivo no Parque São Jorge. Assim, a comissão técnica já começa a preparar Juninho Capixaba para assumir novamente a posição a partir de2019.

Renovou, mas...

A – única – boa notícia para o torcedor do Corinthians nesta semana foi a renovação de contrato com o zagueiro Balbuena até 2021.

No entanto, apesar de ter assinado um novo acordo, o zagueiro deixou seu futuro em aberto e nem ao menos garantiu se ficará até o final do ano. “Nenhum jogador vai ficar se chegar uma proposta que a diretoria quer. Ninguém fica. É difícil cravar”, disse o defensor em entrevista coletiva concedida na tarde desta sexta-feira (27).

Um pouco antes, o presidente Andrés Sanchez também comentou sobre o assunto e o tom do discurso foi parecido com o do jogador.

“Não adianta ter o contrato. Se o jogador quiser ir embora, e o clube se dispor a vender”, disse.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo