A menos de um mês do julgamento do caso Scarpa, o Palmeiras [VIDEO] e o jogador receberam uma boa notícia. Divulgada com exclusividade pelo blog do jornalista esportivo Jorge Nicola, a informação que deixa otimistas os palmeirenses é que o parecer do Ministério Público do Trabalho sobre o caso aponta para ganho de causa do jogador que, portanto, poderia seguir com o seu contrato com o Palmeiras.

No fim do ano passado, Scarpa entrou na Justiça contra o Fluminense devido a uma vívida de R$ 9,2 milhões e obteve uma liminar (decisão provisória) que lhe deu o direito de assinar com outro clube. Em março, nova decisão da Justiça cassou a liminar e impediu o jogador de continuar defendendo o Palmeiras.

Vários atrasos no pagamento

Assinado pelo procurador regional do Trabalho Reginaldo Campos da Motta, o relatório do MP, de 16 de abril, aponta que Scarpa preenche os requisitos necessários aos pedidos de rescisão contratual pelo fato de o Fluminense infringir legislação específica. “No aspecto, é bem verdade que a legislação especial é taxativa ao prever a mora como motivo determinante para a ruptura do contrato de trabalho, conforme redação do artigo 31, §1º e §2º da Lei 9.615/98.”

O relatório destaca que o Fluminense não pagou os direitos de imagem de agosto a novembro de 2017, as férias de 2016 e os depósitos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) estavam em aberto há pelo menos seis meses.

Clube depositou parte da dívida

Após o jogador entrar na Justiça, o Tricolor carioca fez, em janeiro, o depósito de parte do que devia a Scarpa.

O relatório do procurador destaca que o depósito não altera o direito do jogador, já que foi feito tardiamente e quitou os débitos apenas parcialmente.

O documento destaca, ainda, que os demais jogadores - também com vencimentos atrasados, conforme amplamente noticiado pela imprensa - não foram beneficiados por depósito de parte de seus direitos em atraso. A previsão é de que novo julgamento do caso ocorra na primeira quinzena de maio.

Oito jogos e dois gols pelo Verdão

Scarpa assinou contrato com o Palmeiras [VIDEO] em 15 de janeiro, com validade de cinco ano. Fez a estreia na equipe alviverde em 4 de fevereiro, quando saiu do banco de reservas para substituir Lucas Lima nos 3 últimos minutos do clássico contra o Santos, vencido pelo Verdão pro 2 a 1.

No total já foram oito jogos com a camisa palmeirense, sendo sete pelo Paulistão e um pela Libertadores. O meia anotou dois gols nesse período, ambos na vitória de 3 a 0 sobre o Ituano, no dia 11 de março, pelo Campeonato Paulista.