O Palmeiras sentiu na pele na noite de ontem (11) um amargo empate para o Boca Juniors. Jogando em casa, no Allianz Parque, diante de milhares de torcedores palmeirenses, o time enfrentou o nervosismo diante dos adversários.

Foi impressionante a maneira como corria o jogo: uma partida totalmente truncada, com passes errados, faltas, catimba e tudo mais. O Boca Juniors valorizava a passagem do tempo, fazendo cêra e valorizando as paradas do juiz.

Foi visto em campo um Palmeiras apático, ainda mais por suas trocas de passe erradas.

Para o Boca Juniors, o empate fora de casa foi um ótimo resultado e agora só fica atrás do líder Palmeiras por 2 pontos. Palmeiras tem 7 pontos na chave e lidera. O Boca Juniors tem 5 e é o segundo colocado.

A partida

O jogo inteiro, como dito, foi um jogo ruim, toma lá da cá. Não havia jogadas, criação, nem nada.

No entanto, o técnico do Palmeiras colocou duas peças novas em campo: Diogo Barbosa e Keno. O Palmeiras ganhou ritmo, mas o Boca também mostrou sua força: Carlitos Tevez. O jogo, apesar de ganahr fôlego, só foi marcante nos 44 minutos do segundo tempo. Keno, do Palmeiras, abriu o placar em 1x0. Até aí, tudo bem, festa palmeirense. Porém, do outro lado, ele, ex-Corinthians e ex-Manchester City, Tevez, balançou as redes do gol do Palmeiras, após uma grande falha de Antônio Carlos.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

Os times voltam a se encontrar em Buenos Aires, na Argentina, pela próxima rodada da Copa Libertadores, dia 24 de abril, às 21:45.

O esperado duelo entre Felipe Melo e os argentinos aconteceu. A torcida palmeirense chegou a ficar aflita, pois cada lance envolvendo o meia, era lance de falta. Primeiro que em um lance Melo deixou a perna no jogador Abila. Felipe foi advertido. Em um lance seguinte, novamente, mas agora deixou o braço na cabeça do adversário e foi advertido novamente.

Na terceira vez, resultou em cartão amarelo. Isso aos 12 minutos do primeiro tempo. Em conversa com Roger, as câmeras da Globo flagraram Felipe Melo dizendo: "Desse jeito vai ter que me tirar, não dá".

Com remorso do jogo contra o Corinthians, os torcedores e o time mostram "pilha" com o juiz. Os jogadores, nervosos por enfrentar um time retranqueiro como o do Boca Juniors, embalaram com a torcida e toda hora reclamavam das atitudes do árbitro uruguaio Andrés Cunha.

O time do Palmeiras começou a baixar seu rendimento e viu suas jogadas não serem efetivas. Guerra deu assistência para Keno marcar para o Palmeiras, porém, no final, nada adiantou.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo