O Palmeiras começou a temporada com o objetivo de ser campeão em todas as competições que disputasse. O ano começou muito bem e os torcedores palmeirenses se empolgaram muito, já pensando na possibilidade de conquistar, primeiramente, o Campeonato Paulista.

O jogo de ida da final do Paulistão foi na Arena de Itaquera, casa do Corinthians. Todos os palmeirenses se empolgaram com uma vitória por 1 a 0, na casa do rival, com gol do colombiano Miguel Borja.

No entanto, todos aguardavam a partida de volta, que aconteceria no Allianz Parque. O Palmeiras era mais do que favorito para ganhar o título paulista, porém, um gol do meia Rodriguinho, logo no começo, mudou todo o drama da partida.

Reviravolta e contratação!

Com o gol do astro do Timão, o Palmeiras tentou buscar o resultado e acabou, em uma jogada de Dudu, conseguindo uma penalidade. Entretanto, o juiz Marcelo de Aparecido ficou com dúvida se teria marcado corretamente ou não. Após oito minutos de conversas com o quarto árbitro e muita confusão dentro de campo, o pênalti foi anulado.

O Palmeiras acusou ter havido interferência externa durante aqueles oito minutos. Provou em um vídeo que o diretor de arbitragem da Federação Paulista de Futebol (FPF) entrou em campo e se comunicou com o quinto árbitro. Contudo, o TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) deixou a final em aberta.

Agora, o Palmeiras quer comprovar que houve a interferência e ainda tentar ser campeão paulista. Para isso, fez uma mega contratação. Contratou a empresa estrangeira de investigação Kroll.

Essa vai ter acesso a todas as câmeras do estádio e ainda tentar pegar gravações de torcedores das arquibancadas.

Palmeiras ainda pode ser campeão?

A final pode ser anulada caso seja comprovado, no TJD, a interferência externa, mas a FPF já afirmou que o Palmeiras esta tentando fazer um tapetão. Já os jogadores do Corinthians alegaram uma falta de respeito do arquirrival [VIDEO].

O Palmeiras apoia o VAR (Árbitro de Vídeo) nas competições. Por outro lado, o Corinthians foi contra em uma votação na Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

As imagens na televisão mostraram que não foi pênalti e o árbitro acertou, mas a discussão é se houve ou não interferência de alguém que viu as imagens na TV. Se isso tiver acontecido, a partida pode, sim, ser anulada e programada para acontecer novamente, assim colocando a decisão em aberto e dando possibilidade ao Palmeiras ser campeão [VIDEO].