O presidente do Santos José Carlos Peres está de volta de uma viagem que fez [VIDEO]ao México. Na bagagem, apesar de não ter conseguido o tão sonhado acerto com Lucas Zelarayán, o mandatário santista traz na bagagem o acerto de três amistosos para o período da Copa do Mundo e também novidades com relação a outros reforços.

Os jogos amistosos serão disputados no período da Copa do Mundo, no mês de junho. Nesse período, o Peixe irá encarar Monterrey, Toluca e Cruz Azul, todos eles do México. Peres ainda pretende agendar mais outros três jogos amistosos durante o mundial. “É entrada internacional. Internacionalização da marca está em jogo [VIDEO]”, disse o mandatário durante evento na Federação Paulista.

Lembrando que essa paralisação para a Copa do Mundo se dá no meio do Campeonato Brasileiro e também da Copa Libertadores da América, caso o alvinegro avance para a segunda fase. Por conta disso, o presidente pretende conversar com a comissão técnica para avaliar as melhores datas para esses jogos amistosos.

Peres também aproveitou a viagem para conhecer os trabalhos dos locais nas categorias de base e já existe um plano de fazer intercâmbio entre profissionais mexicanos e do Peixe.

Reforços

Peres também falou sobre a chegada de reforços ao Santos. Apesar de, mais uma vez, não ter conseguido um acordo para trazer Lucas Zelarayán, o mandatário não dá a negociação como encerrada e deixa em aberto a possibilidade de poder trazê-lo no futuro. “Não está encerrada a negociação com Tigres pelo Lucas, eles estão em competição (...) e depois tudo pode acontecer.

Além do argentino, o Santos ainda espera a contratação de um volante, dois meias e um centroavante. “Queremos mais quatro jogadores, um 5, 8, 9 e 10. O duro é achar”, disse o dirigente aos risos. Ele disse que internamente está complicado achar um jogador que o clube precisa e por isso tem buscado nomes no mercado internacional.

Cem dias no clube

Nesta terça-feira (10), José Carlos Peres completou 100 dias à frente do Santos. Em pouco mais de três meses, o mandatário já teve que enfrentar as primeiras crises internas, como a demissão do executivo de futebol Gustavo Vieira de Oliveira, o qual tinha contratado dois meses antes, além de desentendimentos com seu vice, Orlando Rollo.

Com o caixa sem muitos recursos, o time só pode trazer três jogadores para a temporada, todos eles por empréstimos, mas que se mostraram acertadas, uma vez que Eduardo Sasha, Gabriel e Dodô são titulares absolutos no time de Jair Ventura e o time está perto de fechar com o primeiro em definitivo. Por outro lado, as negociações frustradas com Lucas Zelarayán e Caio Henrique deixaram a torcida um pouco frustrada.