O Barcelona voltou a perder pontos nesta rodada do campeonato. Já com o pensamento na final da copa, do próximo sábado, Ernesto Valverde operou várias mudanças na equipe e até deixou nomes como Messi, Suárez e Iniesta no banco. Sentado do lado de fora, Messi viu o que se passou no gramada e parece que ele não gostou de algumas exibições de seus companheiros e também não ficou satisfeito com o empate a dois gols. No final, ele tirou suas conclusões e, de acordo com o site Don Balón, ele deixou um importante recado para Yerry Mina [VIDEO], que foi um dos jogadores que entrou no onze remodelado de Valverde.

O zagueiro colombiano jogou do lado de Thomas Vermaelen e, enquanto isso, Samuel Umtiti e Gerard Piqué ficaram descansando.

Porém, o colombiano poderia ter alguma culpa nos dois gols que a equipe de Vigo conseguiu contra a equipe de Ernesto Valverde e o craque argentino falou com ele.

O Barça terminou com um empate agonizante contra o Celta, que lhe permitiu prolongar sua série de jogos sem saber o que é derrota no campeonato há 40 jogos. O Barcelona ficou em dificuldades, quando ficou reduzido a 10 jogadores, após a expulsão de Sergi Roberto, e Iago Aspas acabou conseguindo o gol do empate pouco depois, apesar de o gol ter sido com a mão, mas o juiz não viu. Naturalmente, também por isso, a partida terminou com muita contestação, mas não foi só isso. [VIDEO]

Já nos vestiários, uma mensagem brutal de Leo Messi para Yerry Mina parece não ter caído muito bem junto de algumas pessoas do Barça. Messi teria apontado que existe muita diferença entre a equipe principal e as reservas.

Contra o Celta, Ernesto Valverde marcou um onze em que apenas Ter Stegen e Coutinho poderiam estar entre os primeiros. Yerry Mina foi titular, juntamente com André Gomes, que desperdiçou sua enésima oportunidade, e até teria responsabilidade direta no gol de Jony, quando o jogador do Celta fez o empate, pouco depois do intervalo. Ousmane Dembélé ele fez muito pouco.

Após o empate, o Celta continuou ameaçando, e Valverde teve que segurar o resultado. Para isso, ele recorreu a Leo Messi para mudar a cara do jogo. E deu certo, até certo ponto. Com a entrada de Messi, o Barcelona assumiu novamente a liderança, em uma ação que culminou entre Paulinho e Paco Alcácer. No entanto, pouco depois, Sergi Roberto, que havia entrado na partida junto com Messi, foi expulso, para travar um ataque rápido do Celta. Expulsão justa, mas que deixou o Barcelona novamente em dificuldades. O Celta apertou novamente e acabou chegando a esse gol, com a mão, e que deixou Messi incomodado, por achar que os nove colegas que jogaram de início (tirando Coutinho e Ter Stegen) não estiveram bem, e ele acredita que a maioria deles não tem o que é preciso para o Barça.