A sina do Santos em trazer um novo “camisa 10” para a Vila Belmiro, ao que tudo indica, não irá terminar nesta segunda-feira (2). Depois de praticamente tudo acertado com um jogador que chegaria para fazer a função de armador no time de Jair Ventura, fatos novos fizeram as conversas esfriarem e o jogador ficou mais longe da Vila.

Segundo informações publicadas pelo portal Lance!, o Peixe já tinha praticamente tudo acertado pra a contratação por empréstimo do meia Caio Henrique, que foi revelado pelo próprio time.

O jogador, inclusive, já até havia passado o feriado com familiares em Praia Grande e estava confiante em um acerto, porém, os últimos detalhes impediram a assinatura do contrato.

Um dos motivos para as conversas recuarem foi a pedida do Atlético de Madrid para o valor de compra fixado. Os espanhóis pediam 3 milhões de euros, pouco mais de 12 milhões de reais, enquanto que o alvinegro desejava pagar a metade disso.

Outro motivo foi a pedida salarial feita pelo meia, considerada alta pelos dirigentes.

Caio Henrique jogou nas categorias de base do Peixe entre os anos de 2008 e 2016. Sem ter passado pela equipe profissional, o meia foi vendido ao Atlético de Madrid por 1,3 milhão de reais, porém ultimamente vinha atuando apenas na equipe B e mesmo assim muito pouco. Sua vontade de voltar ao Brasil tinha como objetivo ter mais minutos em campo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Santos

Agora a diretoria corre atrás de um novo nome, porém as opções ficaram mais restritas, uma vez que se encerrou o prazo para o registro de contrato de jogadores vindos do exterior.

Buscava dois ficou sem nenhum

Também contribuiu para o iminente fracasso das negociações o fato do presidente José Carlos Peres não estar no Brasil. O mandatário desde a semana passada encontra-se no México, onde tentava pessoalmente convencer o Tigres a liberar o meia argentino Lucas Zelarayán, mas por lá um desfecho favorável ficou bem difícil de acontecer.

Mesmo longe, Peres era quem tratava das negociações com Caio Henrique, enquanto que o vice, Orlando Rollo, que está ocupando o cargo de presidente, não participou de nenhuma das conversas.

Além de tentar contratar o meia argentino, Peres também está na América Central para tentar marcar amistosos contra times mexicanos no período da Copa do Mundo. A ideia do presidente é estreitar os laços com os times de lá, o qual ele considera os mais ricos das Américas, além de seguir com o processo de internacionalização da marca do Santos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo