O Fluminense iniciou uma semana bastante movimentada. Depois de quinze dias de folga, a equipe Tricolor voltará a campo nesta quarta-feira (11), quando recebe o Nacional Potosí, pela estreia na Copa Sul-Americana, às 21h45, no estádio do Maracanã. No final de semana, o time vira a chave para fazer outra estreia, agora no Campeonato Brasileiro, em São Paulo, contra o Corinthians. Em meio a esses jogos, o clube também tem acertado a chegada de reforços.

Publicidade
Publicidade

O primeiro deles, o atacante João Carlos, ex-cabofriense, foi apresentado nesta terça-feira (10), e agora outra grande nome está bem perto de assinar contrato.

Durante a disputa do Campeonato Paranaense com a camisa do Coritiba, o atacante Kléber Gladiador foi muito especulado no Fluminense, e ao que tudo indica ele será mesmo o segundo reforço do elenco de Abel Braga para a sequência da temporada. Após um mês de conversas, o jogador já está no Rio de Janeiro e se não houver restrições, será anunciado em breve.

Publicidade

Em entrevista concedida nesta terça-feira (10), o técnico Abel Braga elogiou o jogador e disse que se ele estivesse em campo, o Fluminense não sofreria aquele gol contra o Vasco, aos 50 minutos do segundo tempo, que eliminou a equipe da decisão do estadual.

Kléber tem contrato com o Coxa até o final do ano e os clubes agora negociam como será feita a transferência. O time do sul pode emprestá-lo, como também liberá-lo ao Fluminense. A tendência é que o Coritiba não coloque obstáculos e nem mesmo queria alguma compensação, uma vez que o clube, que irá disputar a Série B, deseja se livrar dos altos salários pagos ao atleta.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol PaixãoPorFutebol

Neste ano o jogador não conseguiu engatar uma grande sequência de jogos devido a duas lesões. Logo na partida de estreia do campeonato estadual, contra o Prudentópolis, ele sentiu a primeira delas, o que lhe deixo afastado dos gramados por um mês. Recuperado, ele retornou no duelo contra o Goiás, pela Copa do Brasil, mas atuou apenas 45 minutos por conta da segunda lesão, o que lhe deixou mais um tempo afastado, com ele podendo retornar apenas nas finais do Paranaense.

Neste ano ele fez seis jogos pelo Coxa e marcou apenas um gol.

O jogador chegou ao Coritiba em 2015, onde não teve o brilho que se esperava, quando novamente foi atrapalhado por lesões. Seu grane ano no clube foi em 2016, quando foi artilheiro do campeonato estadual e grande nome na campanha que manteve a equipe na Série A do Campeonato Brasileiro.

No ano passado ele novamente vinha sendo grande nome na equipe, que fazia um ótimo começo de Brasileirão, porém acabou suspenso por 15 jogos – pena posteriormente reduzida a 11 partidas – por ter cuspido e agredido um jogador do Bahia.

Publicidade

Ele ainda recebeu mais dois jogos de gancho por ter criticado o STJD. O time acabou sentido a ausência do jogador e acabou rebaixado para a Série B.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo