2

Roma e Barcelona [VIDEO] entraram em campo nesta terça-feira (10), no estádio Olímpico de Roma, em jogo válido pelas quartas de finais da Champions League. A missão do time de Roma era difícil, pois o Barcelona havia vencido o primeiro jogo por 4 a 1, e entrou em campo podendo perder por até 2 gols de diferença.

A Roma entrou em campo com a necessidade de vencer o jogo por um placar de 3 X 0 para avançar para a próxima fase, apresentou um Futebol exemplar, dominou o jogo completamente, e começou o jogo pressionando a saída de bola do time do Barcelona.

O primeiro gol surpreende os catalães

Logo nos 5 minutos de partida, a Roma abre o placar com Dzeko que dominou a bola entre dois zagueiros do Barcelona e chutou para o fundo da rede.

Aos 10 minutos, Messi cobrou falta da entrada da área, mas chutou por cima do gol de Alisson.

A Roma seguiu atacando, fazendo uso do jogo aéreo visando aproveitar a estatura dos atacantes Schick e Dzeko, e criou situações de perigo ao gol do Barcelona, principalmente com o centroavante Dzeko.

A Roma seguia marcando pressão dificultando a saída de bola do Barcelona. Aos 36 minutos Ter Stegen faz boa defesa em cabeça de Dzeko. No escanteio Dzeko cabeceou novamente, mas desta vez por cima gol do Barcelona. Aos 40 minutos, o Barcelona tem mais uma chance em cobrança de falta Messi [VIDEO], que mais uma vez chuta por cima da meta de Alisson.

Apesar das paralisações, o primeiro tempo terminou aos 45 minutos em ponto e sem nenhum segundo de acréscimo dado pelo árbitro. O segundo tempo começou com a Roma tentando pressionar a saída de bola, e o Barcelona seguiu tentando administrar a posse de bola.

O segundo gol que originou a pressão

Aos 11 minutos acontece pênalti para a Roma. Dzeko recebeu a bola novamente entre os zagueiros do Barcelona em jogada parecida com a do primeiro gol, mas desta vez foi agarrado por Piqué, o juiz acompanhava a jogada de perto e apesar de titubear marcou o pênalti.

De Rossi bateu no canto direito de Ter Stegen e marcou o segundo gol dando esperança para a torcida da Roma. Aos 25, De Rossi cabeceou para fora em mais um cruzamento longo, levando perigo ao gol do Barcelona. Já aos 33 minutos do segundo tempo, Ter Stegen faz grande defesa no chute de El Shaarawy, impedindo a classificação dos italianos (por enquanto).

O terceiro que classificou os italianos

Escanteio cobrado na cabeça de Manolas que desvia para o fundo do gol do Barcelona. A partir do terceiro gol da Roma, o Barcelona partiu com tudo para o ataque, mas a defesa da Roma seguiu bem postada anulando completamente o ataque do time Catalão.

O jogo terminou aos 49 minutos do segundo tempo com o placar de 3 a 0 para a equipe da Roma, que elimina um dos favoritos e avança para a semifinal de forma histórica.

O Barcelona não conseguiu em nenhum momento impor o seu jogo, foi pressionado pela Roma durante todo o jogo e saiu de campo praticamente sem levar perigo ao gol da Roma.

O time italiano apresentou um futebol sensacional, teve maior posse de bola do que o Barcelona, criou várias chances de gol, não deu chances para o time do Barcelona e se classificou de forma merecida para as semifinais.