Nas últimas semanas a porta de saída da Vila Belmiro [VIDEO]esteve bastante movimentada. Cléber Reis foi para o Paraná Clube, Romário voltou para o Ceará, Rodrigão se mandou para o Avaí e Leandro Donizete se acertou com o América Mineiro. Mas parece que agora os portões fecharam e, dois atletas que também estavam cogitados a mudarem de ares, seguirão na Vila Belmiro, mesmo no momento sendo pouco aproveitados por Jair Ventura. A decisão foi tomada em reunião do Comitê de Gestão do clube.

O único time a formalizar uma proposta havia sido o Vitória, que estava interessado na contratação do goleiro Vladimir e também do atacante Copete.

O Sport, por sua vez, havia feito apenas sondagens com relação ao goleiro, que já tinha manifestado o desejo de defender outro clube, uma vez que vinha tendo poucas chances na equipe. Nesta temporada ele participou de apenas uma partida, na derrota por 3 a 1 para o São Bento, pela rodada final da primeira fase do Campeonato Paulista, quando a comissão técnica optou por colocar uma formação totalmente reserva. Este também foi o último jogo de Copete com a camisa alvinegra, que após ser vaiado pelos torcedores, pediu para ser negociado.

Vladimir foi revelado pelo próprio Santos, onde já está há dez anos. Aos 28 anos de idade, o goleiro nunca se firmou na equipe titular e com a grande fase de Vanderlei, que não deve ir à Copa do Mundo, dificilmente conseguirá ter uma sequencia de partidas. Seu contrato com o clube vai até 2020.

Copete, por sua vez, começou a temporada em alta, sendo titular na primeira metade do Campeonato Paulista e as vezes até mesmo chegando a ser improvisado na lateral esquerda. Porém, seu rendimento caiu vertiginosamente e no jogo contra o São Bento, quando apenas reservas atuaram, ele começou no banco, entrou na segunda etapa e acabou ouvindo vaias vindas das arquibancadas. Com contrato até 2021, no início do ano ele foi sondado para retornar ao Atlético Nacional, da Colômbia, e também foi cogitado no Atlético Mineiro.

Esses sim, podem sair

Apesar de barrar a saída da dupla, dois jogadores ainda podem deixar a Vila Belmiro. O primeiro deles é o meia-atacante Rafael Longuini, que chegou a entrar em conversas com o Guarani, [VIDEO] mas as equipes acabaram não se acertando na questão salarial. Já o lateral-esquerdo Caju, que chegou a ser titular em algumas partidas, mas perdeu espaço com a chegada de Dodô, deve ir para o futebol francês na metade do ano, tão logo a janela de transferência por lá seja aberta.