Durante toda a primeira fase do Campeonato Paulista, o técnico Jair Ventura testou mais de 30 jogadores do seu elenco, para, desta forma, analisar quem teria condição de seguir trabalhando com ele. Muitos atletas sequer chegaram a ser aproveitados ou não agradaram quando tiveram oportunidades e agora estão deixando a Vila Belmiro.

O primeiro a puxar a fila de saída foi o volante Matheus Jesus, que foi jogar por empréstimo no futebol japonês e não retornará ao Peixe.

Na semana passada foi a vez de Cléber Reis se acertar com o Paraná Clube, enquanto que nesta semana Rodrigão foi para o Avaí e Leandro Donizete, finalmente, deixou a Vila para ir jogar no América Mineiro.

Agora o próximo jogador a sair é o lateral-esquerdo Caju, que chegou a disputar cinco jogos como titular, mas perdeu definitivamente espaço após a contratação de Dodô. Seu provável destino deve ser o futebol da França, mais precisamente o Armiens, porém a diretoria santista ainda espera fazer um bom negócio e enviou um e-mail ao time francês com uma contraproposta.

De qualquer forma, o jogador só sairia no meio do ano, quando reabre a janela de transferência para o futebol europeu.

O jogador iria por empréstimo, mas com valor de compra fixado. A ideia dos empresários do lateral é que o Santos ainda mantenha um percentual sobre o jogador para lucrar com uma futura venda. Caju, de 22 anos, tem contrato com o Santos até 2019 e na temporada passada chegou a ficar muito perto de fechar com o Lille, também da França, mas a janela de transferência fechou antes que a negociação pudesse ser concretizada.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Santos PaixãoPorFutebol

Foi para o América

Depois de ficar praticamente meio ano parado, o volante Leandro Donizete finalmente acertou sua situação com o Santos. O experiente jogador foi emprestado ao América Mineiro para a disputa do Campeonato Brasileiro, que começa neste final de semana. O negócio foi fechado após os times se entenderem com relação ao pagamento dos salários do jogador, que gira em torno de 300 mil reais mensais.

Essa será a segunda passagem do jogador pelo futebol mineiro. Antes, ele havia defendido o Atlético Mineiro, clube pelo qual fez 231 jogos e marcou quatro gols. Com a camisa do Galo ele conquistou a Copa Libertadores, da Copa do Brasil e da Recopa Sul-Americana.

No Santos, ele nunca chegou a ter uma sequencia no time titular, tendo feito apenas 23 jogos e não marcado nenhum gol. Neste ano ele chegou ter sua volta ao Atlético Mineiro especulada e ficou perto de um acerto com o Coritiba.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo