O Santos nas últimas semanas tem buscando soluções para enxugar a folha de pagamento, negociando jogadores que estão sendo pouco aproveitados. Porém, agora o clube busca fazer um acordo com um ex-funcionário que trabalhou cerca de dois meses no clube.

Depois de uma breve – e conturbada - passagem pelo Peixe, Gustavo Vieira, ex-executivo de Futebol do Santos, foi demitido do clube em fevereiro pelo presidente José Carlos Peres e agora cobra uma dívida referente à rescisão contratual e direitos trabalhistas.

Publicidade
Publicidade

Os valores da dívida não foram divulgados, mas, de acordo com o jornal Lance!, as cifras superam os 700 mil reais.

O advogado do executivo entrou em contato com o Santos para cobrar os valores e até o momento não houve nenhuma notificação judicial. Para evitar que a situação chegue até os tribunais, o Departamento Jurídico do Peixe irá analisar a situação para solucionar a questão da melhor maneira possível.

Publicidade

Em 19 jogos, 18 escalações

No começo do Campeonato Paulista, o técnico Jair Ventura disse que desejava rodar bastante o elenco com o objetivo de dar oportunidade a todos os jogadores e, assim, pode usar o que tem de melhor. Somando isso ao fato de ao longo da competição o elenco sofrer com contusões, além de suspensões por cartão, o treinador usou 18 formações diferente em 19 partidas disputadas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Santos

A única vez quem que conseguiu escalar os 11 jogadores em duas partidas consecutivas foram nos confrontos – ambos com placar de 0 a 0 - contra o Botafogo, de Ribeirão Preto, pelas quartas de final do Campeonato Paulista, onde a equipe acabou avançando nas penalidades.

Mesmo com tantas mexidas, o treinador corrigiu a deficiência apresentada na lateral esquerda, com a chegada de Dodô, mas ainda trabalha para corrigir o meio de campo, mais precisamente na função de armador, onde já testou vários atletas e nenhum deles o agradou inteiramente.

Na semana passada, a diretoria ainda tentou trazer Caio Henrique para o setor, mas na última hora o meia acabou acertando com o Paraná Clube.

Traduzindo esse inicio de trabalho de Jair em números, em 19 jogos sob seu comando, o Peixe venceu oito vezes, empatou cinco e sofreu seis derrotas, tendo 50,8% de aproveitamento. O ataque marcou 23 gols e a defesa sofreu 18. O time caiu nas semifinais do Campeonato Paulista nos pênaltis para o Palmeiras, após uma vitória para cada lado.

Publicidade

Na Copa Libertadores da América é o líder do grupo 6, com seis pontos em três jogos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo