Uma situação já tem se tornado corriqueira dentro do São Paulo [VIDEO]: a dificuldade que a diretoria vem enfrentando para renovar acordos com seus jovens jogadores. O primeiro deles, foi Marquinhos Cipriano, que quando foi chamado para discutir sua renovação, simplesmente disse que não iria assinar um novo acordo e deve deixar o clube sem setembro. Por conta disso, ele foi afastado do elenco principal, segue treinando no CT de Cotia, e já surgiram até rumores que ao final do acordo ele irá jogar pelo Palmeiras.

Nos últimos meses, a diretoria, após quatro reuniões, não conseguiu chegar a um acordo com Éder Militão, [VIDEO] cujo contrato vence no final do ano e por conta disso daqui algumas semanas ele já ficará livre para assinar um pré-acordo com outra equipe.

Há rumores de que o Manchester City estaria interessado na contratação do atleta e o São Paulo agora busca alternativas para não correr o risco de perder uma de suas crias da base de graça.

Não bastassem esses problemas, agora outro jogador também tem feito jogo duro na hora de renovar sei contato. Tendo feito apenas um jogo no time profissional, o volante Paulo Henrique recusou a primeira oferta de renovação feita pela diretoria. Seu atual acordo vai até 31 de janeiro do ano que vem.

Sua única aparição no time profissional foi na estreia do Campeonato Paulista, quando o então técnico Dorival Júnior usou uma formação bastante alternativa e a equipe acabou derrotada por 2 a 0. O próprio time de Sorocaba demostrou interesse em contar com o jogador de 20 anos por empréstimo para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, mas por enquanto nada foi resolvido.

Razões pela qual quer sair

Ter feito apenas um jogo na temporada e não ser sequer relacionado para o banco de reservas seria uma das razões pela qual o jogador não teria topado estender seu vínculo com o clube do Morumbi, apesar de ainda desejar seguir no clube. No entanto ele não vê perspectivas de ser aproveitado no elenco e prefere sair em definitivo a ter que ser emprestado para outro time.

Recentemente o clube perdeu om o volante João Schmidt, que após várias tentativas da diretoria de renovar seu contrato, ao fim do acordo se transferiu para a Atalanta, da Itália, onde atuou em uma partida, antes de sofrer uma grave lesão.

Eles devem ficar

Por outro lado, o goleiro Lucas Perri, o volante Liziero e o meia-atacante Helinho já têm conversas adiantas com a diretoria para a extensão de seus acordos.