Pelo jeito, o São Paulo vai acabar pagando para sua segunda maior contratação da temporada jogar em um adversário. É para esse caminho que aponta a negociação entre o Tricolor e o Vasco da Gama para a transferência do meia e atacante Diego Souza para o clube carioca, transação que está agitando o mercado da bola [VIDEO].

As conversas entre os dois clubes indicam que o time do Morumbi vai arcar com cerca de metade dos salários do jogador no caso do seu empréstimo ao clube de São Januário até dezembro deste ano – Diego Souza tem contrato com o clube paulista até o fim de 2019. A despesa do São Paulo na negociação ficaria entre R$ 1,6 milhão e R$ 2 milhões.

Por outro lado, o clube economizaria esse mesmo valor já que não teria de pagar os vencimentos integrais a um atleta que, tudo indica, ficará encostado no elenco após a eliminação do clube da Copa do Brasil pelo Atlético Paranaense, na última quinta-feira, dia 19.

Jogador é ídolo no Vasco

Diego Souza é ídolo do Vasco, clube em que atuou em entre 2011 e 2012 e pelo qual conquistou a Copa do Brasil. Já no São Paulo, nessa sexta-feira (20), um dia após a eliminação na Copa do Brasil, ele não treinou nem entre os reservas – trabalhou apenas na academia de musculação. O problema é que o clube cruzmaltino não tem condições de arcar com o salário integral do jogador, cerca de R$ 450 mil.

O clube carioca também viu acender a luz vermelha esta semana ao ser derrotado por 4 a 0 para o Racing Club, da Argentina, pela fase de grupos da Libertadores, também na quinta-feira, dia 19.

O time do Rio de Janeiro ocupa a lanterna da sua chave com um ponto em três jogos. A diretoria vê urgência em reforçar o elenco para permanecer com chances de passar à próxima fase da competição continental e também fazer boa campanha no Brasileirão.

Tricolor quer revelação vascaína

A negociação entre São Paulo e Vasco já duram algumas semanas em banho-maria, mas esquentaram a partir de quinta-feira. Ainda mais agora que o Tricolor tem uma competição a menos para disputar e, portanto, já não precisa de um elenco tão grande.

Em um dos lances mais recentes da negociação, o time do Morumbi propôs a inclusão na negociação do jovem Evander, meia de 19 anos revelado pelo clube carioca. Com passagens pelas Seleções Brasileiras de Base, tendo disputado o Sul Americano e o Mundial Sub-17 em 2015 (nessa última competição teve a companhia do zagueiro e lateral Tricolor Éder Militão [VIDEO]), Evander é tido como um ativo no caixa do Vasco.

O clube pode relutar em cedê-lo, mas talvez proponha a inclusão de outro jogador no negócio. Evander e Diego Souza realizaram a mesma quantidade de partidas este ano. Foram 17 jogos, mas a jovem revelação do Vasco balançou as redes adversárias quatro vezes (dois gols no Campeonato Carioca e dois na Libertadores), enquanto o veterano são-paulino fez três gols, todos no Paulistão.