No final da manhã desta quarta-feira, a repórter Luana Trindade, do programa 'Os Donos da Bola', da rede Bandeirantes, informou que representantes do Fluminense [VIDEO] teriam ido a Miami, nos Estados Unidos, para observar as condições físicas de Dario Conca e estariam dispostos a investir no retorno do meia argentino, um dos ídolos da história recente do clube. No período da tarde, o Net Flu revelou ter entrado em contato com o diretor-executivo Paulo Autuori e o técnico Abel Braga e, de acordo com o portal, ambos negaram qualquer viagem ao exterior e um provável investimento no jogador.

Ainda segundo o Net Flu, os dois confirmaram a procura por um homem de criação, uma vez que, por enquanto, a agremiação das Laranjeiras só conta com o equatoriano Junior Sornoza e Luquinhas.

O nome, porém, é mantido em enorme sigilo. Um zagueiro (provavelmente Luan Peres, da Ponte Preta), um volante, que deve ser Douglas Moreira, do Criciúma, além de um centroavante são outras possibilidades de contratação, visando as competições do próximo segundo semestre: Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana.

Natural de General Pacheco, Dario Conca tem 34 anos e, depois de iniciar a carreira no Tigre, teve uma passagem rápida pelo River Plate, mas precisou deixar o seu país para ganhar notoriedade no futebol. Em 2005, destacou-se pela Universidad Católica, do Chile. Dois anos depois, começou a sua trajetória pelo Brasil, defendendo o Vasco. Ficou em São Januário apenas uma temporada. Em janeiro de 2008, foi apresentado no Fluminense e, naquele momento, iniciava a melhor fase da carreira.

No seu primeiro ano vestindo a camisa do Tricolor das Laranjeiras, participou da histórica campanha do vice daquela Taça Libertadores e, em 2010, atingiu o ápice ao conquistar o Campeonato Brasileiro, torneio do qual foi eleito o melhor jogador e disputou as 38 rodadas.

Em meados de 2011, acertou a ida para o Guangzhou Evergrade, da China, permanecendo por lá até 2014, quando, apoiado pelo suporte da então parceira Unimed (empresa médica), o Fluminense [VIDEO] conseguiu 'repatriá-lo'. Essa segunda passagem não foi tão vitoriosa, pois o time amargou um jejum de títulos. Mesmo assim, continuou idolatrado pela torcida, tanto que causou uma certa comoção ao anunciar o seu retorno ao futebol chinês, dessa vez para Shanghai SIPG.

No ano passado, a relação de amor entre Conca e os tricolores sofreu um abalo no momento em que o jogador firmou um vínculo de empréstimo com o maior rival da equipe das Laranjeiras, o Flamengo. Na Gávea, porém, teve uma passagem apagada, atuando somente em duas ocasiões, uma delas, justamente, contra o Fluminense.

Sem clube, Dario Conca vem trabalhando sozinho nos Estados Unidos com o preparador físico Ronaldo Torres. Ambos trabalharam juntos no Fluminense de 2010 a 2011.

Paralelo aos bastidores, dentro de campo, o elenco do Fluminense se prepara para a segunda rodada do Brasileirão. Após perder de 2 a 1 para o atual campeão Corinthians, em São Paulo, no último final de semana, o Tricolor volta a atuar no domingo que vem. A partir das 16h (de Brasília), no Maracanã, encara o Cruzeiro.