Técnico com 14 títulos na categoria de base conquistados apenas no comando do Corinthians [VIDEO], o treinador Rodrigo Leitão é o novo comandante da equipe sub-20 do Santos. O cargo estava desocupado desde o início do mês, quando Aarão Alves foi demitido depois da eliminação na primeira fase da Copa do Brasil.

A expectativa da diretoria é de que o novo treinador estreie já neste fim de semana, quando o Santos encara o São Caetano, no ABC, pelo Campeonato Paulista da categoria. Na estreia da competição, no sábado passado, dia 14, o clube da Vila Belmiro foi derrotado pelo Santo André em casa.

Títulos internacionais

Dos 14 títulos que Leitão conquistou pelo Corinthians, quatro foram em competições internacionais.

Nas categorias de base [VIDEO] do Alvinegro paulistano, Leitão, de 30 anos, comandou o zagueiro Marquinhos, hoje no Paris Saint-Germain, titular da Seleção Brasileira que disputará a Copa do Mundo sob o comando do técnico Tite.

Entre os títulos de Leitão conquistados no clube do Parque São Jorge estão o Campeonato Paulista Sub-17 de 2013; Copa de La Paz Sub-17 de 2014; Copa Ouro Sub-17 de 2011 (em 2010 havia conquistado o mesmo título comandando o Desportivo Brasil); Canadian Shield Sub-17 de 2011; e o Torneio Sul-Americano de Buenos Aires Sub-17 de 2012.

Cotado para a Seleção Brasileira

O jornalista esportivo Jorge Nicola revelou em seu blog que Leitão já esteve cotado para assumir a coordenação das categorias de base da Seleção Brasileira em pelo menos duas oportunidades. O técnico é instrutor dos cursos de formação de treinadores (licença B) e análise de desempenho da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

É doutor e mestre em ciências do Esporte pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Além do Corinthians, também comandou as equipes da Ponte Preta, Paulista e a Desportivo Brasil.

Coordenador da base

Além de atuar como treinador, Leitão exerceu funções de coordenação ao longo de sua carreira no futebol. Na Ponte Preta atuou como coordenador geral e metodológico entre 2015 e 2016, logo após a sua passagem vitoriosa pelas categorias de base do Corinthians entre 2011 e 2015.

No fim de 2016 voltou ao clube do Parque São Jorge para exercer a função de coordenador geral do Departamento de Formação de Atletas. Nessa nova passagem pelo time paulistano ficou poucos meses, se desligando do clube em abril de 2017.

Mesmo assim, foi o suficiente para garantir uma taça na nova função: a Copa São Paulo de 2017, título conquistado com vitória de 2 a 1 na final sobre o Batatais, do interior paulista.