Na Vivint Smart Home Arena, palco do quarto confronto da série melhor de sete envolvendo Utah Jazz [VIDEO] e Oklahoma City Thunder [VIDEO], pela liga americana de Basquete, o time da casa empregou um forte ritmo ofensivo e não deixou espaços na defesa para o OKC, garantindo, desta forma, seu terceiro sucesso, na disputa à próxima fase do torneio, por 113 a 96, nessa segunda-feira (23).

Donovan Mitchell, cestinha da partida, fez 33 pontos e se tornou o calouro com maior desempenho no quesito da franquia, ultrapassando Karl Malone em duelos válidos pelos playoffs da NBA.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Curiosidades

Para obter a classificação e dar sequência no campeonato, eliminando o rival da Conferência Oeste, o Utah precisa de mais uma vitória que atinge este objetivo.

Nesse duelo, o Jazz, treinado por Quin Snyder, foi à quadra com Joe Ingles, Derrick Favors, Rudy Gobert, Donovan Mitchell e Ricky Rubio.

Os Thunders, do técnico Billy Donovan, tiveram uma formação inicial composta por Paul George, Carmelo Anthony, Steven Adams, Corey Brewer e Russell Westbrook.

Tentando se recuperar do dois a um sofrido no mesmo ginásio, por 115 a 102, no sábado (21), o Oklahoma City Thunder começou bem o primeiro quarto, Corey Brewer e Steven Adams abriram 5 a 0, mas Rudy Gobert tratou de equilibrar o encontro.

O francês deu uma bela enterrada, aproveitando passe de Donovan Mitchell. Depois o número 27 deu outra cravada. Dessa vez quem o serviu foi Joe Ingles. A igualdade na disposição das duas agremiações em não permitir facilidade nas infiltrações dificultava a finalização das jogadas.

Houve tocos para os dois lados, Mitchell foi parado por Corey Brewer e Russell Westbrook, impossibilitado por Gobert.

A vibração da torcida a cada lance positivo a favor dos mandantes era muito intensa e acalorava o ânimo dos atletas, que vibravam bastante.

Westbrook, muito presente na marcação, também armou sua equipe e conseguiu pontuar. O camisa 0 fez bandejas deu assistências, acionou o Steven Adams no garrafão, mas Donovan Mitchell também exercia sua qualidade, armando, driblando e arremessando. O placar após os 12 minutos sinalizava 30 a 24 para os visitantes.

No segundo período, o Utah levou a melhor, e passou à frente da contagem, com 58 a 52. Destaques para Ricky Rubio, distribuindo bem a bola, a boa contribuição de Derrick Favors, Donovan Mitchell com sua extrema habilidade encestando e Joe Ingles convertendo três arremessos do perímetro.

A terceira etapa serviu para o Utah Jazz ampliar sua vantagem diante do OKC. O espanhol Ricky Rubio deu assistências para Derrick Favors e Gobert pontuarem pendurando-se no aro. Donovan Mitchell permanecia incrível.

Enquanto isso, o Thunder ia tentando responder com seu badalado trio ofensivo, mas sem conseguir se aproximar na contagem.

Paul George se sobressaiu em relação a Carmelo Anthony e Russell Westbrook. Ao todo, ele fez 32 pontos nesta noite. A parcial foi 90 a 73 para o Jazz, quinto colocado durante a temporada regular, atrás do Oklahoma City Thunder, quarto lugar.

Para o período final, não faltaram disputas e provocações de ambas as partes. Jae Crowder, inclusive, foi excluído do confronto após acertar o braço esquerdo no rosto de Steven Adams, que tentava separar uma confusão entre ele e Westbrook, faltando 5 minutos e 30 segundos para terminar. O armador foi punido com uma falta técnica.

Paul George seguiu efetivo no ataque. Jerami Grant saiu do banco para tentar fortalecer o rendimento de seu time, mas pouco depois tomou um toco de Donovan Mitchell. Nesse período, o novato, nascido no dia 9 de julho de 1996 e draftado em 2017, matou duas bolas de três e assegurou, junto com o restante do elenco, mais um êxito, 113 a 96 no placar.

Agora Mitchell e seus companheiros só precisam de mais um resultado positivo diante do Oklahoma que conseguem eliminar o concorrente da competição. O quinto embate será nesta quarta-feira (25), às 22h30 (horário de Brasília), na Chesapeake Energy Arena.

Destaque individuais

  • Jazz - Donovam Mitchell, 33 pontos, 4 assistências e 7 rebotes; Joe Ingles, 20 pontos, 4 assistências e 3 rebotes; Ricky Rubio, 13 pontos, 8 assistências e 6 rebotes.
  • Thunder - Paul Goerge, 32 pontos, 2 assistências e 6 rebotes; Russell Westbrook, 23 pontos, 3 assistências e 14 rebotes (duplo-duplo); Carmelo Anthony, 11 pontos, 0 assistência e 6 rebotes.