O grande temor do torcedor corintiano se tornou realidade no início da noite desta terça-feira (22). O técnico Fábio Carille vai mesmo deixar o Corinthians [VIDEO] rumo ao Futebol árabe. Em sua conta no twitter, o Al-Wehda, da Arábia Saudita, anunciou a contratação do técnico, que segundo a postagem, chega com o apoio de Turki Al-Sheikh, presidente da Autoridade Geral de Esportes, órgão esportivo mais importante do País. Carille levará junto o preparador físico Walmir Cruz e o auxiliar Leandro da Silva, o Cuca. De acordo com notícia publicada pelo UOL, o contrato será válido por duas temporadas.

Vale lembrar que esse não era o time que estava sondando o treinador na semana passada e que deverá fechar com o português Jorge Jesus. [VIDEO] Durante o dia, o portal Globo Esporte já havia revelado que havia outra equipe estrangeira interessada na contratação do atual campeão brasileiro.

O novo time de Fábio Carille venceu a segunda divisão local no ano passado, ganhando o direito de disputar a elite.

Sem seu treinador, a diretoria alvinegra colocará em prática seu plano B, que já vinha sendo preparado desde quando o treinador passou a ser sondado pelo Atlético Mineiro e posteriormente o Flamengo, que é promover o auxiliar Osmar Loss ao cargo de técnico do profissional.

Loss já deverá estar no banco de reservas comandado a equipe na partida de quinta-feira (24), contra o Millonarios da Colômbia, pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América. O Corinthians precisa de um empate para garantir o primeiro lugar do grupo 7 e assim poder ter o direito de fazer o jogo de volta das oitavas de final em casa.

Passagem arrasadora

Fábio Carille ficou pouco mais de um ano e meio no comando do Corinthians.

Depois de ser auxiliar técnico de Mano Menezes e Tite durante oito anos. Ele ganhou chance como técnico logo após a demissão de Cristovão Borges, que havia sido contratado para o lugar de Tite. Apesar do bom trabalho, ele ficou poucos jogos à frente do time, e Oswaldo de Oliveira chegou para comandar o alvinegro até o final da temporada de 2016, quando o time perdeu a vaga na Copa Libertadores da América na última rodada do Campeonato Brasileiro, ao ser derrotado pelo Cruzeiro.

Oswaldo foi demitido, e como não encontrou outro medalhão no mercado para assumir a equipe, a diretoria decidiu dar nova chance a Carille, que se mostrando implacável nos clássicos e venceu o Campeonato Paulista. Apesar da eliminação na Copa do Brasil, caiu nos pênaltis para o Internacional, o treinador continuou à frente da equipe e depois de fazer um primeiro turno que beirou a perfeição, levou o Corinthians ao seu sétimo título brasileiro.

Neste ano, repetiu a dose vencendo o Paulistão em cima do maior rival. Ele deixa a equipe na vice liderança do Campeonato Brasileiro, dois pontos atrás do líder e classificado para as oitavas da Libertadores.