A diretoria do Flamengo foi duramente criticada nas últimas semanas por conta da saída repentina do atacante Everton, que deixou a Gávea para jogar no São Paulo. Com o contrato do peruano Paolo Guerrero chegando ao fim, os dirigentes prometem fazer o máximo para garantir a sua permanência no Rio de Janeiro.

Conforme o jornal carioca Extra, o Flamengo espera que o peruano seja absolvido definitivamente no Tribunal Arbitral do Esporte.

Assim, focará na renovação do contrato do peruano. De acordo com Gilmar Pereira, colunista do jornal, o Palmeiras demonstrou interesse no jogador. Mesmo assim, o Rubro-Negro está disposto a cobrir qualquer oferta.

A principal medida a ser tomada é aceitar os valores pedidos pelo peruano. O jogador deve ganhar um salário ainda maior, sem contar com o pagamento luvas pela assinatura do contrato.

No clube, há pessoas que não veem necessário pagar um valor tão alto por um jogador de 34 anos.

Porém, o Flamengo vê a permanência como crucial para ter sucesso no restante da temporada.

Como o seu vínculo vale somente até o mês de agosto, alguns clubes sondaram o jogador peruano recentemente. O Palmeiras, por exemplo, estaria disposto a pagar 1,2 milhão de salário, além das luvas. A sua punição por doping chega ao fim nesta quinta-feira, dia 3. Por isso, Guerrero deve entrar em campo no próximo domingo (6), em jogo contra o Internacional válido pela quarta rodada do Brasileirão.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Flamengo

‘’Eu estou pronto, bem fisicamente. Agora vou resolver isso e retornar para ajudar os meus companheiros. Estou muito ansioso para esse jogo. Quero estar de volta’’, disse.

Nas redes sociais, muitos torcedores do Flamengo já se posicionaram contrários a renovação do vínculo com os mesmos valores. Caso ele passe a ganhar ainda mais, a pressão pelo seu desempenho vai aumentar.

A contratação do peruano foi visto como uma demonstração de força financeira.

Em 2015, com o contrato chegando ao fim, o atacante queria receber mais dinheiro, mas a diretoria corintiana se negou a subir os valores. O Rubro-Negro carioca o contratou, pagando um salário que gira em torno de 900 mil reais mensais.

Porém, a passagem não é tão vitoriosa. Com lesões e convocações frequentes para jogar pela seleção do Peru, Guerrero não consegue uma sequência de partidas no time titular a um bom tempo.

Sem contar no doping que o tirou dos jogos importantes da Copa Sul-Americana, sendo um grande desfalque para o time que era comandado por Reinaldo Rueda.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo