Definitivamente, a torcida do Santos perdeu a paciência com o time e sobretudo com o técnico Jair Ventura [VIDEO]. Após mais uma derrota no Campeonato Brasileiro, neste domingo (27), para o Cruzeiro por 1 a 0, que foi a quarta em seis partidas disputadas, o que deixou a equipe na posição limite antes de entrar na zona de rebaixamento, os torcedores que compareceram ao estádio do Pacaembu protestaram bastante.

A manifestação, no entanto, durou apenas alguns minutos e o público deixou o estádio sem maiores problemas. Também após o jogo, o vice-presidente Orlando Rollo [VIDEO] voltou a bancar a permanência do técnico Jair Ventura na equipe.

“O treinador segue, o Jair segue”, disse o dirigente em rápido contato com os jornalistas. Ele já tinha feito isso logo após a goleada sofrida para o Grêmio, no estádio Olímpico.

O presidente José Carlos Peres viajou junto com a delegação da Seleção Brasileira para a Inglaterra, onde ela seguirá sua preparação para a Copa do Mundo, por conta disso, dificilmente uma decisão sobre a permanência ou saída de Jair será tomada neste domingo.

Durante a semana, surgiu a informação de que durante a reunião do Comitê Gestor, alguns nomes de treinadores foram colocados na mesa, dentre eles o de Abel Braga, do Fluminense, e Zé Ricardo, do Vasco. O primeiro dificilmente deixaria o time das Laranjeiras, uma vez que ele tem como postura não trocar de clubes quando ainda tem contrato e o Tricolor briga pelas primeiras colocações no Campeonato Brasileiro.

Já com Zé Ricardo a situação é um pouco diferente, e a má fase do Vasco, que neste domingo perdeu para o Bahia por 3 a 0, poderá culminar em sua saída.

Aproveitamento ruim

Com o resultado negativo, o Santos acumula cinco derrotas nos últimos oito jogos. O time conseguiu a duras penas a primeira colocação em seu grupo na Copa Libertadores da América, e avançou para as quartas de final ao superar o fraco Luverdense, perdendo ainda o jogo de volta, quando atuou só com reservas. No entanto, a situação dentro do Campeonato Brasileiro que causa mais preocupação.

O Alvinegro soma os mesmos seis pontos que o Atlético Paranaense, que está na zona de rebaixamento, só ficando à frente por ter mais vitórias que o Furacão, que por sinal será seu próximo adversário, já na quinta-feira (31), na Arena da Baixada, em Curitiba. Lembrando que o time paulista em um jogo a menos na competição. Na temporada, o Santos soma 12 vitórias, 12 derrotas e cinco empates.