Nos dias atuais, depois da globalização do futebol, o desejo de um garoto não é mais atuar e ser campeão por um time de grande torcida do Brasil e fazer sucesso com a camisa da Seleção Brasileira. Dez em cada dez garotos que estejam jogando em alguma escolinha vão responder que seu grande sonho é atuar na Europa e defender a seleção nacional fica em segundo plano.

Uma parte desses garotos, após se tornarem profissionais acaba, de fato, realizando o desejo e indo para o Velho Continente [VIDEO].

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Santos

Porém, nem sempre a passagem por lá é como sonhou e o atleta acaba voltando tempos depois para o país.

A história é mais ou menos parecida com a do atacante [VIDEO] Gabriel, que brilhou com a camisa do Santos, foi negociado com a Inter de Milão e sua passagem na Europa se resumiu a dois gols, um pelo time italiano e outro pelo Benfica, time ao qual foi emprestado.

De volta ao Peixe, o jogador não teve sua confiança abalada e espera em retornar ao futebol europeu.

“Sim, eu tenho o desejo de voltar. Eu realmente gosto do carinho dos fãs”, disse o jogador, em entrevista a um canal oficial da Internacionale. O atual camisa 10 santista, no entanto, não quis cravar quando isso irá acontecer, se limitando a dizer que “isso será definido no futuro”.

Gabriel voltou ao Santos no começo deste ano e logo nos quatro primeiros jogos balançou as redes adversárias. No entanto, o jogador também atravessou uma fase ruim, ficando várias rodadas sem marcar gols, jejum que só foi quebrado na partida contra o Estudiantes, há duas semanas, quando ele anotou um dos gols da vitória por 2 a 0, na Vila Belmiro, pela Copa Libertadores da América. Porém, nas duas últimas partidas, contra Nacional e Grêmio, voltou a passar em branco.

Ânimos exaltados

A derrota por 5 a 1 para o Grêmio, nesse domingo (6), em Porto Alegre (RS), deixou os jogadores santistas bem exaltados. Já nos acréscimos da partida, as câmeras de TV flagraram uma discussão entre o goleiro Vanderlei e o meia Alisson. O jogador não gostou de ser cobrado pelo goleiro e disparou xingamentos contra ele. Ambos tiveram que ser separados pelo zagueiro Lucas Veríssimo.

Na saída do campo, o zagueiro David Braz comentou o ocorrido. “Normal pelo resultado, não jogamos bem”. Para o defensor, isso é coisa que acontece, de um falar e o outro não querer aceitar e que os dois jogadores são grandes amigos.

“É bom porque ninguém está feliz com o resultado”, avaliou o santista, que também impediu que Vanderlei falasse com a imprensa. Segundo o jogador, a intenção era blindar o companheiro de polêmicas.