Na manhã desta terça-feira, o Fluminense [VIDEO] encerrou a sua preparação para o confronto de quarta, às 21h45 (de Brasília), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, diante dos donos da casa, válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Na atividade realizada no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, os jogadores, inicialmente, realizaram uma atividade de movimentação e posse de bola. Logo em seguida, deram ênfase a jogadas laterais de bola parada e cruzamentos. No final, Jádson, Pedro, João Carlos, Marlon e Sornoza tentaram aprimorar as cobranças de falta e pênaltis.

Após não participar do treinamento de segunda, Marcos Júnior foi a campo e trabalhou normalmente.

Já Gum ficou o tempo inteiro na academia. Na vitória de 3 a 1 sobre a Chapecoense do último sábado, no Maracanã, ambos precisaram ser substituídos por conta de dores musculares e seguem como dúvidas. Caso não atuem, Pablo Dyego, que não atuou no final de semana devido a um incômodo na região lombar, entra no ataque e Nathan Ribeiro formará o trio ofensivo ao lado de Renato Chaves e Luan Peres.

Se vencer, o Fluminense [VIDEO], atualmente em segundo lugar com 13 pontos, pode assumir a liderança do Brasileirão. Para isso, necessitará de um tropeço do Flamengo, primeiro colocado (14 pontos), contra o Bahia na quinta, às 16h (de Brasília), no Maracanã.

Enquanto isso, fora das quatro linhas, segue a luta do Fluminense para superar a crise financeira pela qual atravessa e, nesse sentido, duas boas notícias surgiram.

Revelados nas categorias de base do Tricolor e atuando no futebol francês, o lateral-direito Fabinho e o zagueiro Marlon foram anunciados como respectivas novas contratações de dois clubes ingleses: Liverpool e West Ham, respectivamente. Atendendo normas da FIFA, o clube das Laranjeiras, por ser formados dos atletas, terá direito a receber R$ 5 milhões em seus cofres.

Outro assunto que agitou os bastidores da agremiação verde, branco e grená é o novo gerente-executivo. Após Paulo Autuori confirmar o seu pedido de demissão, o presidente Pedro Abad, o vice de futebol Fabiano Camargo e até o técnico Abel Braga vem trabalhando forte em busca do substituto. De acordo com informações de bastidores, dois nomes surgem com força. O primeiro é Ricardo Gomes, ex-zagueiro e técnico do próprio Fluminense e que exerceu a mesma função de gerente no Botafogo. O segundo é Fernando Gonçalves, que estava no Flamengo e era dirigente do Tricolor na conquista da Copa do Brasil de 2007.