O técnico Fábio Carille não foi definitivo no seu posicionamento sobre o interesse do Al-Hilal, da Arábia Saudita, disposto a pagar uma enorme quantia em dinheiro para levar o comandante do Corinthians. Nesta quinta-feira, logo depois da goleada por 7x2 sobre o Deportivo Lara pela Libertadores, o treinador despistou sobre o tema.

"Não chegou nada de oficial dessa vez. Já conversei com o meu empresário e estou tranquilo. Desde sempre sou claro com a diretoria e estou tranquilo no Corinthians", disse.

Na temporada passada, ao ser questionado sobre um eventual interesse da China, Carille disse que "nem um caminhão de dinheiro" seria capaz de tirá-lo do Corinthians [VIDEO].

Agora, ele brincou sobre a resposta.

"Um caminhão não tira. Mas agora podem ser dois. Conversa diferente. Por um não vou, por dois eu posso pensar", brincou.

O pai de Carille, Joaquim Pereira Araújo, admitiu em entrevista ao Globoesporte.com que o filho disse estar perto de deixar o clube. A imprensa árabe aponta o nome do brasileiro como um dos mais cotados para assumir o Al-Hilal. No Corinthians [VIDEO], Fábio Carille tem trilhado um caminho de enorme sucesso com o bicampeonato paulista 2017/18 e o título do Brasileirão de 2017.