Depois de quatro horas de voo, o Fluminense chegou à Bolívia no início da noite desta terça. Na próxima quinta, às 21h45 (de Brasília), o Tricolor enfrentará, em Potosi, o Nacional daquela cidade e os quatro mil metros de altitude na partida de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana.

Inicialmente, a delegação do time carioca ficará em Santa Cruz de La Sierra, que fica a nível do mar. A viagem para Potosi só acontecerá horas antes do início da partida.

A princípio, atletas e comissão técnica fariam a aclimatação em Sucre, que fica a quase três mil metros de altitude, mas foram obrigados a mudar o seu planejamento devido a protestos por disputas de royalties de uma reserva de gás na região, confusão essa que ocasionou o fechamento daquele aeroporto.

Para o duelo contra o Nacional, o Flu contará com os retornos do zagueiro Gum e do lateral-esquerdo Ayrton Lucas.

Ambos não participaram da importante vitória de 2 a 1 sobre o Vitória-BA do último domingo, no Barradão, em Salvador, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, porque sofriam com incômodos musculares. Outro que fica á disposição é o volante Douglas, recuperado de uma amigdalite.

Em contrapartida, os zagueiros Luan Peres e Nathan Ribeiro e o volante Douglas permaneceram no Rio. Últimos reforços contratados, os três não estão inscritos na Sul-Americana.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol PaixãoPorFutebol

Quem também não atua é Roger Ibañez. Um dos destaques do sistema defensivo na atual temporada, ele sofreu um estiramento muscular na abertura do Brasileirão (derrota de 2 a 1 para o Corinthians, em São Paulo) e está sendo preparado para ficar à disposição no clássico da segunda que vem, às 20h (de Brasília), no Nilton Santos, contra o Botafogo.

Na tarde de quarta, o Fluminense encerra a sua preparação em Santa Cruz de La Sierra.

A tendência é que a equipe comece a partida com Júlio César; Renato Chaves, Gum e Frazan; Gilberto, Richard, Jádson, Junior Sornoza e Ayrton Lucas; Marcos Júnior e Pedro. Existe também a possibilidade de o experiente volante Aírton, que só atuou no empate de 1 a 1 com a Cabofriense ainda pelo Campeonato Carioca, ganhe uma oportunidade. Nesse caso, ele entraria na vaga de Frazan e Richard atuaria como um falso terceiro zagueiro.

Como venceu no Maracanã por 3 a 0 no último dia 11 de abril, o Fluminense tem a vantagem de perder por, no máximo, dois gols de diferença para conseguir avançar na Sul-Americana. Caso balance as redes, derrotas por três gols também servem. Se o Nacional devolver o placar do Rio, haverá disputa de pênaltis.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo