Após a importante vitória de 2 a 0 sobre o Atlético-PR na noite do último domingo e folgar na segunda, o Fluminense iniciou, na manhã desta terça-feira, a sua preparação para o confronto de sábado, às 16h (de Brasília), no Maracanã, diante da Chapecoense, na partida que abrirá a sétima rodada do Campeonato Brasileiro. No retorno aos trabalhos no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, os titulares deram atenção ao condicionamento físico na academia e, logo em seguida, ao redor do campo. Enquanto isso, os reservas, reforçados por alguns atletas do Sub-20, disputaram um coletivo.

Na quarta, na parte da tarde, o elenco se reapresenta no CT Pedro Antônio e o técnico Abel Braga deverá iniciar o esboço do time que irá a campo.

A dúvida fica por conta da presença de Pedro. Na partida contra o Atlético-PR, o camisa 9 precisou ser substituído devido a um incômodo no músculo adutor da coxa direita. Ele passará por exames de imagem, mas, a princípio, não deverá ser problema. De qualquer forma, João Carlos, que entrou em seu lugar, está de sobreaviso.

Quem tem chance de reaparecer é o zagueiro Roger Ibañez, que desfalca o Tricolor desde a derrota de 2 a 1 pra o Corinthians, em São Paulo, na abertura da Série A, após sofrer um estiramento na perna direita. A tendência, porém, é de ele iniciar como opção no banco de reservas, já que o trio defensivo formado por Renato Chaves, Gum e Luan Peres vem agradando.

Diante da indefinição no ataque, o provável Flu [VIDEO] é o seguinte: Júlio César; Renato Chaves, Gum e Luan Peres; Gilberto, Richard, Jádson, Junior Sornoza e Marlon; Marcos Júnior e Pedro ou João Carlos.

Com dez pontos e em quinto lugar na classificação, o Fluminense pode assumir a vice-liderança do Brasileiro. Para isso acontecer, além de derrotar a Chapecoense, necessitará torcer para Flamengo, Corinthians e Palmeiras não derrotarem, respectivamente, o Atlético-MG no Independência, em Belo Horizonte, o Internacional no Gigante da Beira-Rio, em Porto Alegre e o Sport no Allianz Parque, em São Paulo.

No início da noite, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou a escala de arbitragem da sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Para o jogo entre Fluminense [VIDEO] e Chapecoense, foi sorteado Rafael Traci como árbitro principal e a dupla formada por Ivan Carlos Bohn e Rafael Trombeta, todos da Federação Paranaense.

O Fluminense buscará quebrar um incômodo tabu contra a Chapecoense. Nas oito vezes que enfrentou o time do oeste de Santa Catarina, o Tricolor não obteve uma vitória sequer. Foram dois empates e seis derrotas.

No Brasileirão de 2017, ambos ficaram no 3 a 3 no Giulite Coutinho no primeiro turno e, no returno, vitória da Chape por 2 a 0.