O Corinthians tem um elenco de muitos atletas, mas mesmo assim é um time considerado muito limitado, por falta de reforços em zonas pontuais do campo. Por conta disso, a diretoria se preocupa, pois, para ganhar títulos, um elenco encorpado deve ser montado.

No entanto, os corintianos confiam na capacidade do técnico Fábio Carille, que vem executando um bom trabalho, mas acaba criando sequências ruins, por não ter um elenco muito bom à sua disposição, tendo que improvisar com as peças que tem.

Porém, Carille já é muito prestigiado por ter conseguido conquistar dois Campeonatos Paulistas e um Campeonato Brasileiro pela equipe corintiana, que nos últimos anos parece que está respirando em títulos, sendo o grande campeão desta década.

Chegada de reforço!

A diretoria corintiana ainda segue muito ativa no Mercado da bola, tanto que o próprio presidente Andrés Sanchez já afirmou que irá trazer, à equipe corintiana, cerca de sete a oito reforços para deixar o elenco alvinegro mais forte.

Mas, para isso, o Timão não pode apostar em jogadores já consagrados, e nem quer, pois Andrés afirmou que não deseja trazer jogadores que já se consagraram, refirmando que isto é um grande erro das diretorias dos grandes times brasileiros, que não visam apostar em jovens que tem muita vontade de começar uma nova história.

A primeira aposta do Corinthians foi em Mateus Matias, que chegou como um centroavante artilheiro, porém ainda não estreou, por não ter porte físico, mas agora o Corinthians anunciou um camisa 10, o meio-campista Fessin, de apenas 19 anos, que era parceiro de Mateus no ABC.

A dupla fez muito sucesso no pequeno clube do Rio Grande do Norte, agora o Timão pagou apenas R$ 2 milhões para ter 80% dos direitos econômicos do atleta, mas a expectativa é que ele se valorize e seja vendido por muito mais caro do que comprado, anteriormente.

Mais contratações?

O Corinthians vem visando mais contratações, mas estes jogadores podem ainda nem estrearem nesta temporada, pois são para um futuro próximo, é evidente que, de acordo com o que a comissão técnica for liberando, o técnico Fábio Carille poderá ir integrando, lentamente, estes jogadores ao elenco principal do alvinegro de Itaquera [VIDEO].

É possível que, futuramente, o Corinthians construa um time compacto e destrua todos os seus adversários, assim como conseguiu fazer no ano de 2012, quando foi campeão da Libertadores, em cima do Boca, e do Mundial, em cima do Chelsea [VIDEO].