As previsões que já não eram animadoras se confiraram oficialmente nesta sexta-feira, dia 11. Lateral-direito titular da seleção brasileira, Daniel Alves [VIDEO] sofreu uma desinserção no ligamento cruzado anterior do joelho direito e está fora da Copa do Mundo da Rússia. A informação foi confirmada pela CBF em suas redes sociais.

Médico da seleção, Rodrigo Lasmar visitou Daniel Alves em Paris, onde o atleta atua pelo Paris Saint-Germain, e constatou que o atleta não conseguirá se recuperar a tempo do torneio. Também nesta sexta-feira, foi confirmado que Daniel Alves terá que passar por cirurgia e ficará pelo menos seis meses parado.

Em sua mensagem, a CBF desejou uma rápida recuperação a Daniel Alves, expressando o desejo de que ele volte a defender a seleção em breve. “Que o atleta tenha pronta recuperação e possa colocar sua técnica, raça e liderança a serviço da Amarelinha o mais breve possível”, escreveram os responsáveis pelas redes sociais da Confederação.

O atleta se lesionou na última terça-feira, dia 8, quando o Paris Saint-Germain derrotou o Les Herbiers por 2 a 0 e conquistou o título da Copa da França.

A lesão do atleta voltou a gerar uma certa tensão entre a CBF e o PSG. A Confederação Brasileira e o clube francês haviam tido um atrito na ocasião da lesão de Neymar. Na época, o PSG preferia que o craque não fosse submetido a cirurgia, para que tivesse uma recuperação mais rápida e pudesse voltrar a entrar em campo pela equipe nas partidas finais da temporada.

Já a CBF e o jogador optaram pela cirurgia, visando também uma recuperação plena para a Copa do Mundo. Com o procedimento, Neymar não deve mais entrar em campo pelo PSG até o fim da temporada. O atleta só deve retornar ao gramados pela Seleção Brasileira na Copa da Rússia.

Daniel Alves disputaria sua terceira Copa e poderia vestir a bracadeira de capitão

Com a lesão, Daniel Alves perde a chance de disputar a terceira Copa do Mundo de sua carreira. Com 35 de anos, Alves seria o atleta mais velho da atual seleção. O lateral-direito usou a Amarelinha nas Copas da África do Sul, em 2010, e do Brasil, em 2014. Daniel Alves também vestiu a bracadeira de capitão em partidas recentes da seleção, numa indicação de que o atleta poderia ser o capitão do Brasil durante o torneio da Rússia.

Além de Lasmar, Daniel Alves também recebeu a visita de Edu Gaspar, coordenador da seleção. Os representantes da CBF se reuniram com o atleta e com os médicos do PSG, que constataram a impossibilidade de Alves disputar a Copa do Mundo de 2018.

Tite analisa possíveis substitutos de Daniel Alves

Com o corte de Daniel Alves, Tite tem entre as opções para a latera-direita atletas como Fagner, do Corinthians; Danilo, do Manchester City; e Rafinha, do Bayern de Munique. Para especialistas, o atleta do Corinthians desponta como favorito para conquistar a vaga aberta pelo corte de Daniel Alves.

Fagner também está lesionado, após ter sofrido uma lesão muscular na coxa direita em partida pelo Corinthians. No entanto, o atleta deve se recuperar a tempo do torneio. Rodrigo Lasmar deve visitar o CT corintiano para analisar a situação do lateral, que tem grandes chances de figurar na lista final de convocados do técnico Tite.

A convocação dos atletas que representarão o Brasil na Copa da Rússia será anunciada no dia 14 de maio. Os atletas se apresentam em Teresópolis, no Rio de Janeiro, a partir do dia 21 de maio. O Brasil viaja para Londres, onde começará seus treinamentos para a Copa, no dia 27 de maio.

Na Europa, a seleção irá então enfrentar a Croácia e a Áustria em partidas amistosas. O Brasil estreia na Copa no dia 17 de junho, contra a Suíça, em Rostov. Além da Suíça, o grupo do Brasil na Copa conta também com a Costa Rica e a Sérvia.