O Vasco acabou sendo eliminado da Libertadores [VIDEO] depois de uma goleada histórica para o Cruzeiro, em pleno São Januário, por 4 a 0, na quarta-feira à noite (2). Os gols foram marcados pelo zagueiro Léo, meia Thiago Neves e duas vezes pelo atacante Sassá. A Raposa dominou a partida depois do primeiro gol, pois o adversário sentiu muito o tento irregular do Cruzeiro.

Léo estava impedido no momento em que abriu o placar. Mas nada que tire a superioridade da equipe celeste no confronto brasileiro. A vitória rendeu muitos assuntos depois da partida.

A torcida do Vasco brigou muito entre si no decorrer do jogo, chegando ao ponto do juiz ter que parar a partida por alguns momentos até que o problema fosse resolvido na arquibancada.

Fora isso, os vascaínos pegaram muito no pé do atacante Sassá, autor de dois gols da partida. Os cruzmaltinos xingaram muito o centroavante da Raposa, que tinha admitido ser torcedor do Flamengo, no programa Aqui com Benja, no canal por assinatura Fox Sports. Mas ele não deixou barato. Depois do jogo, fez questão de tirar um sarro da torcida adversária.

''Feliz (pelos gols), mas o mais importante foi que conseguimos, mais uma vitória boa e encaminhar nossa classificação para a próxima fase. (Sobre vaias) Não foi nem questão que falei que era flamenguista. Benja me perguntou quando eu era pequeno, isso é amor'', brincou ele durante entrevista para a Fox Sports depois de ser questionado sobre as vaias dos vascaínos.

O atacante foi o grande nome do jogo, foi eleito o melhor da partida pelos organizadores da Libertadores.

Depois de alguns meses sem marcar, ele voltou a balançar as redes a favor do Cruzeiro. No momento, ele está substituindo o centroavante Fred, que está contundido. Ele teve um rompimento do ligamento e não jogará mais em 2018. Sinal verde para Sassá demonstrar seu trabalho durante a temporada.

Situação do grupo 5

Vasco e Cruzeiro formam o grupo 5 da Copa Libertadores, juntamente com Racing e Universidad do Chile. Os classificados já estão praticamente resolvidos. A equipe argentina do Racing não pode ser mais alcançada por ninguém. Já a Raposa só perde a vaga se acontecer uma catástrofe: perder para o Racing e a LaU vencer seu jogo, tirando uma vantagem de mais de dez gols de saldo.

Por outro lado, Vasco e Universidad do Chile farão um jogo decisivo. Os dois brigam por uma classificação para a Copa Sul-Americana, pois o terceiro de cada grupo é contemplado com essa vaga. A equipe chilena joga pelo empate e pela vitória por 1 a 0, enquanto o Gigante da Colina precisa vencer por qualquer resultado, exceto o placar de 1 a 0.