O Corinthians encerrou – pelo menos dentro de campo – a sua mais intensa e decisiva semana na temporada até o momento e que poderia servir de divisor de águas para a segunda metade da temporada.

Os comandados do técnico Fábio Carille cumpriram com maestria a missão: classificação para as quartas de final da Copa do Brasil após vencer o Vitória, bateu o Palmeiras no clássico do Campeonato Brasileiro e garantiu, com uma rodada de antecedência, vaga nas oitavas de final da Copa Libertadores da América com direito a goleada por 7 a 2 sobre o Deportivo Lara, na Venezuela, nessa quinta-feira à noite (17).

Feito isso, agora chegou a vez de pensar no elenco e descansar alguns dos principais atletas do time, além de se despedir momentaneamente de outros.

Contra o Sport Recife, o treinador alvinegro não terá pelo menos cinco jogadores titulares.

O goleiro Cássio, que se apresentará na próxima semana na Seleção Brasileira, não aparece entre os jogadores relacionados e, portanto, só voltará a defender a meta alvinegra após a Copa do Mundo, juntamente com Fagner, que vem se recuperando de contusão. Além do camisa 12, também ganharão uma folga o zagueiro Balbuena e os meias Jadson, Rodriguinho e Romero.

No entanto, o quinteto participará do último treino que o time fará, neste sábado (19), já em Recife, capital de Pernambuco. Por outro lado, Carlos, Thiaguinho, Bruno Xavier, Emerson Sheik, Roger, que não estravam inscritos na Copa Libertadores, além de Émerson Sheik, que cumpria suspensão na competição continental, seguiram para Recife.

Eles se juntarão ao restante da delegação, que viajou diretamente da Venezuela.

O duelo contra o Sport Recife acontece neste domingo (20), às 16 horas, na Arena Pernambuco.

Corinthians já estava preparado para saída de Carille

A goleada por 7 a 2 sobre o Deportivo Lara, pela Copa Libertadores da América, ficou em segundo plano por conta da iminente saída do técnico Fábio Carille e muitos se perguntavam que poderia ser seu sucessor. A resposta para esta questão o Corinthians já possui há algum tempo, mais precisamente desde fevereiro, quando o atual treinador foi sondado pelo Atlético Mineiro.

Desde aquela época, a diretoria já indicava o nome de Osmar Loss para cobrir a saída de Carille, algo que tem se tornado cada vez mais evidente. Tanto que a imprensa esportiva, contrariando algo normal para uma situação assim, nem especula nomes de treinadores que estão livres no mercado para assumir o alvinegro.

Lembrando que dentre os treinadores estão desempregados há medalhões, como Vanderlei Luxemburgo, Cuca e Osvaldo de Oliveira. No entanto, nenhum deles, no momento, desperta o desejo da diretoria corintiana.