O Corinthians estava sendo derrotado por 2 a 1, na noite dessa quarta-feira (2), pelo Independiente, até que no minuto 33 da segunda etapa, o técnico Fábio Carille resolveu sacar Jadson e dar lugar a Emerson Sheik, experiente atacante que poderia dar um gás a mais no seu sistema ofensivo. Porém, foi apenas 1 minuto e 40 segundos em campo até que ele foi expulso em uma jogada considerada infantil.

Sheik deu um chute forte em Sanchez Miño, recebendo o cartão vermelho direto, sem ao menos ter tocado na bola, gerando muitas críticas nas redes sociais.

''Cometi um erro e certamente sou passivo de errar novamente. Já acertei muito e vou continuar fazendo as coisas para que a margem de erro seja bem menor que os acertos. Irei continuar focado em levantar títulos no clube que escolhi amar verdadeiramente'', desabafou o atleta na sua conta oficial no Instagram após o jogo.

A saída do atacante foi um duro golpe para o time que buscava o empate em Itaquera.

Com um a menos, os argentinos catimbaram e esperaram o jogo acabar, somando mais três pontos e embolando o grupo.

Ainda na conta do Instagram, torcedores corintianos o apoiaram, acreditando que cometer erros é normal. ''Pode sim, Sheik. Nem sempre iremos acertar, você cometeu um erro tolo, mas a vontade de ganhar falou mais alto. Isso é o que lhe faz um ídolo, continue sendo você mesmo'', comentou um torcedor.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Corinthians

Emerson levar cartão vermelho com a camisa do Corinthians é algo normal. Na edição de 2012, quando o Alvinegro se consagrou campeão, ele foi expulso na semifinal, contra o Santos. Em 2015, na derrota para o São Paulo, o experiente jogador também foi colocado para fora antes do término da partida.

O próximo confronto pela Libertadores é fora de casa, um jogo considerado crucial para manter a liderança.

Será diante do Deportivo Lara, da Venezuela, no próximo dia 17. Como ainda tem 7 pontos, um empate seria um bom resultado, tirando a pressão para o último jogo, que ocorrerá em Itaquera, diante do Milionários.

Essa é a segunda derrota seguida do Corinthians. No último domingo (29), diante do Atlético Mineiro, perdeu a invencibilidade ao ser derrotado por 1 a 0, colocando pressão para o domingo que vem (6), quando duelará com o Ceará em mais uma partida nos seus domínios e com vários desfalques.

Uma das justificativas é o excesso de jogos antes da Copa do Mundo. Como tem um elenco pequeno, o treinador Fábio Carille vem repetindo boa parte dos seus jogadores. Por isso, vem aumentando consideravelmente os lesionados. Fagner, Ralf, Renê Junior e Clayson devem passar um longo período afastados.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo