O técnico Roger [VIDEO]Machado e o torcedor palmeirense torce para uma rápida solução do caso Gustavo Scarpa, que está em uma briga na justiça pra conseguir a rescisão do contrato com o Fluminense, equipe que se destacou na temporada passada. Em entrevista a FOX Sports, Maurício Galiotte, presidente palmeirense, falou sobre a situação do atleta.

''O Palmeiras acompanha, mas depende do andamento entre Fluminense [VIDEO]e Scarpa. Queremos que isso seja resolvido o mais rápido possível. Nós estamos dando suporte ao jogador'', destacou o mandatário.

O Verdão aceitou o risco e o contratou no início do ano, na época o atleta estava com uma liminar em mãos que o daria o direito de assinar com qualquer agremiação.

Na ação contra o Fluminense, o meia diz que tem a receber quase 9 milhões de reais, dinheiro que seria referente a salários, férias e décimo terceiro, sem contar com parcelas do FGTS. Porém, no dia 15 de março, o Tricolor Carioca derrubou a liminar, desde então Scarpa não entra em campo.

Galiotte destacou que também está a disposição do Fluminense, onde espera encontrar a melhor solução para o problema em questão. Um contato com o presidente do time carioca já teria acontecido.

''Nós também estamos à disposição do Fluminense para ajudar a resolver o caso rapidamente. Eu já conversei até com o presidente do Fluminense. No que depender da gente para resolver essa situação, estamos à disposição. Ainda não tem uma data definida para resolver, mas esperamos que seja breve'', disse o palmeirense.

Hoje, o seu contrato de cinco anos com o Palmeiras está suspenso e o vínculo com o Flu retomado. Porém, como não existe clima para o seu retorno, ele não se reapresentou nas Laranjeiras. Os advogados do jogador demonstram confiança em uma vitória na justiça, decisão que não deve demorar para acontecer.

O atleta não custou barato aos cofres palmeirense. Na ocasião, o Alviverde pagou 6 milhões de euros (cerca de R$ 23 milhões) para adquirir 100% dos seus direitos econômicos. Caso Gustavo Scarpa seja derrotado na justiça, o clube paulista espera que esse dinheiro seja usado pelo jogador para entrar em um acordo com a equipe das Laranjeiras.

Enquanto isso, com o bom elenco que tem, Roger Machado vem fazendo um bom trabalho. Classificado na Libertadores, espera terminar a fase de grupos na liderança geral, assim pode ter algumas vantagens nas próximas fases da competição da América do Sul.