Na semana passada, o comentarista Juninho Pernambucano [VIDEO], que também atua em jogos exibidos por TV Aberta pela Rede Globo, se envolveu em uma grande polêmica durante sua participação no programa “Seleção SporTV” o que rendeu uma nota de repúdio emitida pela própria direção da casa, lida enquanto ele ainda estava na bancada. Na última sexta-feira (7), ele procurou a direção da emissora e decidiu seu futuro.

Durante a atração exibida na última segunda-feira (30), o ex-jogador, juntamente com o apresentador André Rizek, e os narradores da TV Globo [VIDEO], Luís Roberto e Cléber Machado, discutia o fato do jogador Diego ter corrido em direção à torcida do Flamengo após marcar um gol contra o Ceará, dois dias depois dele ter sido alvo da fúria de alguns flamenguistas no aeroporto Tom Jobim, quando a delegação embarcava para Fortaleza.

Em dado momento, a conversa se desviou para o trabalho dos setoristas, que são os jornalistas encarregados de cobrir o dia a dia dos clubes nos centros de treinamento e nos jogos. Foi aí que começou a grande polêmica, com Juninho fazendo um comentário generalizado, afirmando que eles são profissionais que ganham mal e que deveriam se esforçar para subirem na profissão, além disso, ele chegou a chamá-los de prostitutas, deixando estarrecidos os demais componentes da mesa. ”Eu sei que ganham mal, mas cada um tem o caráter que tem”, disse. Veja o vídeo abaixo:

Tão logo o programa voltou do intervalo comercial, o apresentador André Rizek leu uma nota emitida pela direção de jornalismo da emissora repudiando as declarações de seu funcionário e se solidarizando com os setoristas. A nota ainda assegurou que o comentarista tem o total direito e liberdade para expressar sua opinião, mas não concorda com a mesma.

O ex-jogador tentou ainda remediar, afirmando que não quis generalizar, mas disse que foi vítima de um mau profissional e ainda chegou a processar um deles.

Pediu para sair

No entanto, na última sexta-feira (4), alegando não se sentir mais à vontade para exercer a função, Juninho pediu que seu contrato fosse encerrado, o que foi prontamente atendido pela direção. Segundo o portal UOL, dentro da emissora havia um descontentamento geral com a postura do ex-jogador.

O afastamento do agora ex-comentarista foi oficializado pela Rede Globo por meio de uma nota, a qual explicou que o pedido deu-se em razão dele precisar tratar de assuntos pessoais e agradeceu a contribuição que ele deu ao canal.