Após a demissão do técnico Paulo César Carpegiani [VIDEO], o Flamengo segue no mercado em busca de um bom nome para assumir o comando do time. A bola da vez seria um nome bastante conhecido na América do Sul, especialmente pelas suas boas campanhas no Guarani do Paraguai. Trata-se do espanhol Fernando Jubero, de 44 anos de idade.

Segundo informações do comentarista Jose Eduardo Savoia, dos canais Fox Sports, Fernando Jubero, que está atualmente na cidade do Rio de Janeiro, teria encontro marcado com o atual diretor executivo do rubro negro da Gávea, Carlos Noval.

Em entrevista ao mesmo canal, o espanhol Fernando Jubero disse estar muito contente em ter o seu nome associado a um grande time, como o Flamengo, clube este conhecido mundialmente.

Segundo ele, inúmeras mensagens começaram a chegar em suas redes sociais, após o rumor ser anunciado. Todavia, ele deixou bem claro que até o momento nenhuma conversa com os dirigentes do Flamengo foi feita, e não quis abrir o jogo sobre a sua possível ida ao time. Deixou bem claro também que não gostaria de ser comentado com uma possível contratação do time, enquanto o cargo de treinador estiver ocupado, mostrando respeito ao atual interino do clube, Maurício Barbieri.

Fernando Jubero, que esteve no estádio Nilton Santos no último sábado dia 28 de abril, acompanhando a partida válida pela terceira rodada do campeonato brasileiro entre Botafogo e Grêmio, onde em um jogo apertadíssimo o alvinegro carioca conseguiu uma vitória nos últimos minutos da partida, que terminou 2 a 1, disse estar na cidade do Rio de Janeiro apenas para tratar de assuntos pessoais, não dando margem a uma possível negociação com o Flamengo.

A verdade é que, desde que anunciado como rumor, a vinda de um novo técnico estrangeiro divide opiniões entre os torcedores do time. Alguns priorizam a sua vinda, especialmente por sua experiência em competições continentais, como a Libertadores da América, competição que o Flamengo disputa nessa temporada, e que o torcedor sonha em conquistar novamente, sendo a última vez que o time levantou a taça, em 1981.

Outros, porém, questionam a diretoria, sobretudo por outras experiências não muito boas que o clube tive, com a vinda de técnicos estrangeiros para assumir o time.

Enquanto o impasse não é resolvido, o comandante da equipe para os próximos confrontos ficará a cargo do interino Maurício Barbieri, que já nessa quarta-feira, dia 2 de maio, viaja a Campinas para o confronto com a Ponte Preta, válido pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil [VIDEO].