Mesmo finalizando 21 vezes, o Fluminense amargou uma derrota de 2 a 1 para o Botafogo [VIDEO] no clássico da noite desta segunda, no Nilton Santos, válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Após o jogo, a opinião era unânime dentro do elenco da agremiação das Laranjeiras de que o tropeço só aconteceu por conta da falta de capricho na hora de definir os lances. Uma das inúmeras oportunidades veio aos 37 minutos do segundo tempo, quando Marcos Júnior, livre, de dentro da área, mandou por cima do travessão. Ao canal Premiere, da Globosat, o atacante reconheceu a falha.

"Tive a oportunidade ali, foi tão fácil que não acreditei.

Pode colocar na minha conta aí", disse.

Com o discurso parecido, Gilberto também fez questão de enaltecer a qualidade do adversário para fazer o resultado.

" A gente teve mais volume, criamos mais, finalizamos mais, mas o Botafogo foi mais cirúrgico", declarou o lateral-direito à Rádio Globo.

Na tradicional entrevista coletiva pós-jogo, o técnico Abel Braga preferiu valorizar a atuação de sua equipe e disse que irá para a casa com a consciência tranquila.

"Futebol é assim. Quantos gols de bola parada temos feito este ano. Uma hora há desatenção. Eu falei para os jogadores que estou orgulhoso. Os torcedores viram aqui. Foi fantástico. Nós não merecíamos isso", resumiu o comandante, acrescentando.

"Esse resultado é mentiroso. Se fosse empate, seria mentiroso também. O goleiro (Jefferson) foi um monstro? Foi.

Mas teve jogada que chutamos para fora", complementou.

Pedro foi o autor do gol do Fluminense [VIDEO], enquanto Rodrigo Lindoso e Kieza, ambos de cabeça, definiram a vitória botafoguense. Com o tropeço, a agremiação verde, branco e grená das Laranjeiras permaneceu somando nove pontos, mas caiu do sétimo para o nono lugar no Brasileirão, por onde volta a atuar no domingo que vem, a partir das 19h (de Brasília), encarando, no Maracanã, o Atlético-PR. Nesse compromisso, o zagueiro Roger Ibañez, um dos destaques da equipe e que não atua desde a abertura da Série A (derrota de 2 a 1 para o Corinthians, em São Paulo) por ter sofrido um estiramento na coxa direita, deverá ser relacionado. Ele já vem trabalhando com bola normalmente.

Em contrapartida, o lateral-esquerdo Ayrton Lucas, que deixou o gramado com uma suspeita de lesão muscular, será avaliado pelo departamento médico, mas a sua presença é quase impossível. Nesse caso, Marlon permaneceria como titular.