Na ingrata altitude de Potosí, na Bolívia, o Fluminense [VIDEO] sofreu, mas saiu classificado da primeira rodada da Copa Sul-Americana.

A equipe do técnico Abel Braga [VIDEO] se segurou como pode no primeiro tempo, mas acabou sucumbindo na segunda etapa, quando o atacante Reina marcou duas vezes para o Nacional Potosí, aos 5 e aos 15 da segunda etapa.

Os dois gols sacramentaram o placar de 2 a 0 para a equipe da casa, mas não foram suficientes para tirar a vaga do Flu, que havia vencido a partida de ida no Maracanã por 3 a 0.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Fluminense

Mesmo com uma equipe limitada, o Nacional de Potosí se aproveitou dos mais de 4 mil metros de atitude e da indisposição do Fluminense para vencer. A classificação pode também ser creditada à ótima atuação do goleiro Júlio César, que fez defesas importantes para garantir o placar agregado favorável.

Após o jogo, o técnico Abel Braga destacou a “bravura” do Fluminense, mas criticou a realização da partida na altitude, afirmando ser “impossível” jogar futebol em tais condições.

O treinador também destacou o fato de que os atletas e a equipe do Fluminense precisaram utilizar aparelhos de oxigênio durante a concentração no hotel e nos momentos pré e pós-jogo. Apesar de criticar as condições de jogo na altitude, Abel destacou a atenção e o bom tratamento recebido pela equipe brasileira em Potosí.