Após folgar na terça, o Fluminense se reapresentou na tarde desta quarta no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. Mantendo o costume da volta aos treinamentos, o elenco foi dividido. Os chamados titulares fizeram um regenerativo na academia. Enquanto isso, os reservas disputaram um jogo-treino contra o Olaria. Após a derrota de 2 a 1 para o Botafogo na última segunda, o Tricolor das Laranjeiras busca se reabilitar no Campeonato Brasileiro no domingo, enfrentando, a partir das 19h (de Brasília), no Maracanã, o Atlético-PR e, para esse compromisso, o time deverá sofrer algumas mudanças.

Uma alteração já é certa.

Através de um exame de ressonância magnética, foi constatado um estiramento muscular grau 2 na coxa direita do lateral-esquerdo Ayrton Lucas. O departamento médico não estipulou prazo de retorno, mas a tendência é que ele só fique novamente à disposição após a próxima Copa do Mundo, na Rússia. Para o seu lugar, entra Marlon

Outra novidade deve vir na zaga. Recuperado de lesão sofrida na rodada de abertura do Brasileirão, quando o Fluminense [VIDEO], em São Paulo, perdeu de 2 a 1 para o Corinthians, Roger Ibañez tem chance de reassumir a posição ao lado de Gum e Renato Chaves. Existe, contudo, a possibilidade de Luan Peres ser mantido ou até de Nathan Ribeiro, que estreou na vitória de 2 a 1 sobre o Vitória-BA em Salvador, ganhar uma segunda oportunidade.

Quem corre o risco de perder a vaga é Marcos Júnior.

Após um início fulminante na temporada, o 'Resolve' caiu bastante de produção e não vem honrando o apelido do qual é chamado desde a época em que atuava na base do próprio Fluminense. Nesse caso, Pablo Dyego surge como favorito para ser o novo companheiro de Pedro no ataque, mas Robinho, alvo de elogios por parte do técnico Abel Braga, também surge como alternativa.

Na quinta, pela manhã, o elenco realiza novo treinamento no CT Pedro Antônio. Recheado de dúvidas, o provável Fluminense para o final de semana teria Júlio César no gol, Gum, Renato Chaves e Ibañez formando a trinca ofensiva, Gilberto mantido na ala direita e Marlon ocupando a esquerda, Richard, Jádson e o equatoriano Junior Sornoza ocupando o setor de mio-campo e a dupla de ataque, Pablo Dyego e Pedro.

Com sete pontos em cinco jogos, o Flu [VIDEO] ocupa, no momento, o nono lugar na classificação do Brasileiro. Se vencer, a agremiação das Laranjeiras evitaria um distanciamento do bloco dos que brigariam pelas quatro vagas diretas na fase de grupo da Taça Libertadores da América.