A equipe do Houston Rockets foi até a Oracle Arena, nesta segunda-feira (22), enfrentar o Golden State Warriors [VIDEO], pelo quarto duelo dos playoffs da NBA, e conquistou um importante resultado, 95 a 92, deixando tudo igual no placar geral da disputa. Agora, as duas franquias contam com duas vitórias na final da Conferência Oeste.

Essa demonstração de força dentro da casa dos atuais campeões do torneio foi muito comemorada pelos visitantes, pois faziam 16 partidas que o time californiano não sabia o que era uma derrota em momentos decisivos da liga norte-americana de Basquete. Além disso, no enfrentamento anterior no mesmo ginásio, os Rockets haviam perdido por 126 a 85 (41 pontos de diferença).

Esse fator poderia abalar a confiança dos atletas, mas não foi o que ocorreu, ela se fez presente na marcação das estrelas adversárias e nas duas reações para virar o placar. Outro fator que também foi importante para a contagem favorável foi a ausência de Andre Iguodala no Golden State, por sentir dores no joelho esquerdo; ele é uma peça importante na rotação em quadra e no setor defensivo, ao lado de Draymond Green.

O técnico Steve Kerr escalou os Warriors com Kevin Durant, Draymond Green, Kevon Looney, Klay Thompson e Stephen Curry. Mike D’Antoni, treinador do Houston, trouxe seu quinteto principal com Trevor Ariza, PJ Tucker, Clint Capela, James Harden e Chris Paul.

No início os anfitriões estiveram arrasadores, o forte ritmo colocado no ataque, e as possibilidades desperdiçadas pelo Houston Rockets, formaram a vantagem de 12 a 0; Stephen Curry e Kevin Durant converteram suas primeiras bolas de três.

Daí em diante os visitantes entraram no jogo e começaram a encestar.

A primeira de James Harden veio depois de um erro na saída de bola dos Warriors: Curry fez o passe para Draymond Green, que não percebeu, PJ Tucker se aproveitou da situação e passou para Harden fazer seus primeiros pontos com uma bandeja usando a tabela.

Na sequência Draymond Green começou a aparecer com consistência ao ataque contribuindo com o bom desempenho ofensivo. Ele deu uma bela enterrada, aproveitando assistência de Kevin Durant.

Do outro lado, Eric Gordon respondeu na mesma moeda, ele saltou entre Kevon Looney e Shaun Livingston para cravar, colocando as duas mão no aro. O camisa número 0 dos Rockets fez a última cesta do primeiro quarto, que acabou 28 a 19, para os mandantes.

No segundo período, James Harden, candidato à MVP (melhor jogador da temporada), incomodou bastante a defesa adversária. Em um lance individual o Barba encarou a forte presença de Draymond Green para enterrar, praticamente ignorando a marcação do rival.

O número 13 roubou também duas bolas nesta parcial, Chris Paul acertou dois arremessos do perímetro e auxiliou na recuperação do Houston no jogo, 53 a 46.

No terceiro quarto os Warriors voltaram com muita disposição em busca do resultado, este rendimento tem se tornado uma constante neste momento das partidas a franquia consegue se distanciar dos oponentes, pela alta pontuação obtida, característica deste grupo.

Quem chamou atenção pela precisão e poder de decisão foi Stephen Curry, ele marcou quatro vezes de longa distância, com direito à dancinha, e totalizou 17 pontos; 80 a 70 e virada fantástica para delírio da torcida.

Porém uma nova reação aconteceu, o Houston Rockets não se deu por vencido e se arriscou na busca pelo triunfo que o manteria em ótimas condições para dar sequência nos palyoffs. James Harden indo para cima dos marcadores, atacando o aro, e Chris Paul, junto com Trevor Ariza e Eric Gordon com chutes bem sucedidos de longe, asseguraram o êxito que mantém a esperança de eliminar o favorito ao título.

O último lance do Golden State Warriors quase levou a partida para a prorrogação, porém Stephen Curry não converteu a tentativa, a bola ainda tocou o aro, mas a diputa terminou 95 a 92. Nesta quinta-feira, (24), ocorre o quinto encontro, no Toyota Center, às 22 horas (de Brasília)

Destaques individuais

  • Rockets- James Harden, 30 pontos, 4 assistências e 4 rebotes; Chris Paul, 27 pontos, 4 assistências e 2 rebotes; Eric Gordon, 14 pontos, 1 assistência e 1 rebote.
  • Warriors- Stephen Curry, 28 pontos, 2 assistências e 6 rebotes; Kevin Durant, 27 pontos, 3 assistências e 12 rebotes (duplo-duplo); Draymond Green, 11 pontos, 8 assistências e 13 rebotes (duplo-duplo).